HomeBrasil1ª Brigada de Infantaria de Selva encerra Operação Verde Brasil 2 com...

1ª Brigada de Infantaria de Selva encerra Operação Verde Brasil 2 com resultados positivos

No dia 30 de abril de 2021, a Operação Verde Brasil 2 foi encerrada e substituída pela Plano Amazônia 2021-2022. A Operação teve início em 11 de maio de 2020 e tinha como objetivo reduzir o desmatamento e os focos de incêndio na Amazônia Legal.

Por meio do Decreto nº 10.341, de 06 de maio de 2020, o Presidente da República autorizou o emprego das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem e em ações subsidiárias na faixa de fronteira, nas terras indígenas, nas unidades federais de conservação ambiental e em outras áreas federais nos Estados da Amazônia Legal.

Inicialmente, por meio da Diretriz Ministerial nº 9, de 07 de maio de 2020, o Ministério da Defesa delimitou a Operação Verde Brasil 2 nos Estados do Acre, Rondônia, sul do Amazonas, Pará e Mato Grosso. Posteriormente, a Diretriz Ministerial nº 11, de 10 de junho de 2020, estendeu as ações para todo o Estado do Amazonas, Roraima, Amapá, norte do Tocantins e Maranhão.

Em Roraima, o Exército Brasileiro, sob a responsabilidade da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, atuou em todos os 15 municípios, principalmente naqueles que abrangem a Terra Indígena Yanomami, a Terra Indígena Raposa Serra do Sol, a Floresta Nacional e o sudeste do Estado.

Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em 2019, a área desmatada em Roraima foi de aproximadamente 590 Km².

Já em 2020, ano da Operação Verde Brasil 2, a área desmatada no Estado foi de cerca de 300 km², reduzindo quase 50% em relação ao ano anterior.

A maioria das 1.953 ações de fiscalizações ambientais e apoios logísticos realizadas pela 1ª Brigada de Infantaria de Selva ocorreu com a cooperação de órgãos públicos federais e estaduais como a Polícia Federal (PF), a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais (IBAMA), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (FEMARH), obtendo como principais resultados:

a apreensão e a inutilização de 2 helicópteros, 14 aeronaves, 3 balsas de garimpo, 18 geradores de energia, 20 motores para garimpo, 37.975 litros de combustíveis, 321 m³ de madeira, 24 veículos, 7 armamentos, 300 munições de armas de fogo e 3 embarcações, conforme o balanço final dos relatórios operacionais.

Diante do exposto, a Operação Verde Brasil 2 apresentou resultados expressivos no combate aos crimes ambientais no Estado de Roraima, contribuindo para a diminuição do desmatamento e dos focos de incêndio na Amazônia brasileira.

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

Deixe uma resposta


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

AGORA!