HomeCoreia do NorteA Coreia do Norte lançou um novo Sistema de Mísseis Balísticos acoplado...

A Coreia do Norte lançou um novo Sistema de Mísseis Balísticos acoplado em Trem

A mídia estatal afirma que conseguiu disparar mísseis de um trem para atingir um alvo na costa leste.

A Coreia do Norte lançou um novo tipo de míssil balístico acoplado em um sistema de ferrovias móveis nunca antes vista no país nessa quarta-feira, 15 de setembro.

A Coreia do Norte desenvolveu outra arma que pode colocar a maior parte do Japão ao alcance do ataque, esta potencialmente capaz de escapar das defesas antimísseis e lançar uma bomba nuclear em uma grande parte do arquipélago.

KCNA via REUTERS

Tal armamento de cruzeiro foi testado no final de semana, um “novo tipo e longo alcance” míssil de cruzeiro. Os lançamentos foram os primeiros testes de mísseis do país desde março, quando disparou dois mísseis balísticos de curto alcance.

A Agência Oficial de Notícias Norte-Coreana, a KCNA, disse que o novo míssil, que chamou de “uma arma estratégica de grande significado”, viajou por quase duas horas por terra e ar norte-coreanos, atingindo alvos a 1.500 quilômetros de distância, míssil classificado por Vipin Narang, professor do Instituto de Tecnologia de Massachusetts especializado em estratégia nuclear, “definitivamente um problema para o Japão”.

Uma das características do novo míssil é sua capacidade de voar baixo e manobrar rapidamente, e podem ser muito difíceis de interceptar por defesas aéreas e antimísseis existentes.

Esta atividade destaca o foco contínuo da Coreia no desenvolvimento de seu programa militar e as ameaças que representam para seus vizinhos e para a comunidade internacional.

KCNA via REUTERS

A série de lançamento recente deu destaque para um novo tipo de armamento além do míssil de cruzeiro, um sistema lançado por locomotiva.

A Coreia do Norte testou um novo sistema de lançamento de mísseis balísticos montado em trem pela primeira vez na quarta-feira, 15 de setembro, de acordo com a mídia estatal KCTV, alegando que pelo menos um míssil atingiu um alvo “nas águas a 800 quilômetros da costa leste”.

O relatório da mídia estatal sobre o teste ocorre depois que o Japão revisou sua avaliação dias após dizer que os mísseis da Coreia do Norte lançados no final de semana pousaram em sua Zona Econômica Exclusiva (ZEE).

O teste do “Regimento de Mísseis Móveis Ferroviários” foi supervisionado pelo oficial militar Pak Jong Chon, supostamente sem a presença de Kim Jong Un.

KCNA

Além do mais, o lançamento foi conduzido sem aviso prévio para testar a preparação para o combate do novo regimento e a praticabilidade do sistema de mísseis móveis ferroviários implantados pela primeira vez para a ação.

KCNA via REUTERS

De acordo com artigo da NK News, o sistema de mísseis móveis ferroviários é um meio de contra-ataque eficaz para desferir um golpe pesado contra as forças ameaçadoras com disparos dispersivos em todo o país.

O regimento móvel ferroviário foi criado no Oitavo Congresso do Partido em janeiro deste ano, e o oficial Pak Jong Chon discutiu planos para “expandir o regimento em uma brigada” após o teste dessa quarta-feira.

KCNA via REUTERS

O novo sistema de entrega do Norte “faz muito sentido”, considerando o terreno do país e a extensa rede ferroviária existente, de acordo com Ankit Panda, um contribuidor analítico do NK Pro e membro sênior do Carnegie Endowment for International Peace.

Apesar de não ser melhor do que lançadores rodoviários móveis, necessariamente, mas cria uma nova dor de cabeça para planejadores militares na Coreia do Sul e nos EUA, que agora precisam rastrear e pensar sobre mísseis lançados por ferrovias.

KCNA via REUTERS

Trata-se de mísseis de combustível sólido baseados em ferrovias que saem rapidamente de um túnel e são lançados mesmo se o ponto de saída do túnel for conhecido.

Conforme Ankit Panda esclarece sobre o lançamento móvel ferroviário, o sistema “faria mais sentido para um ICBMs, aqueles mísseis balísticos intercontinentais” e que a Coreia do Norte poderia atualizar o sistema no futuro.

O Estado-Maior Conjunto da Coréia do Sul (JCS) anunciou anteriormente que a Coreia do Norte disparou dois mísseis balísticos de curto alcance pouco depois do meio-dia de quarta-feira na área de Yangdok, no sudeste do país, mas a mídia estatal agora afirma que eles foram disparados no “início da manhã” de quarta-feira, contrapondo a informação, ou seja, provável atraso na identificação do míssil por parte da Coreia do Sul.

Enquanto o Japão chamou os mísseis lançados em sua ZEE de uma ameaça ao seu país e à região, o Comando Indo-Pacífico dos EUA disse que “não representava uma ameaça imediata ao pessoal ou território dos americanos, ou aos nossos aliados”.

O comunicado dos EUA acrescentou, no entanto, que “o lançamento do míssil destaca o impacto desestabilizador do programa de armas ilícitas da Coreia de kim Jong-un”.

Este foi o momento exato do lançamento:

O lançamento de quarta finalizou uma série de testes desta semana que teve início no final de semana com o novo sistema de mísseis de cruzeiro de longo alcance.

Enquanto isso, poucas horas após os testes do Norte na quarta-feira, a Coreia do Sul também testou um míssil balístico lançado por submarino e anunciou outros desenvolvimentos de armas recentes.

Reuters

Em meio aos testes norte-coreano e sul-coreano, as tensões entre as partes só ascenderam, e o braço direito do líder Supremo, sua irmã Kim Yo-Jong, criticou o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, por rotular os testes do norte como uma “provocação”.

Com informações complementares Japan Times, Reuters, NK News, KCNA, Colin Zwirko, Felipe Moretti


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!