A missão Aditya-L1 da ISRO atinge um marco quando o PAPA detecta ejeções de massa coronal

A primeira missão solar da Índia, Aditya-L1, alcançou um marco significativo, pois os sensores avançados a bordo da nave espacial detectaram com sucesso as ejeções de massa coronal (CMEs). Desenvolvido pela Organização Indiana de Pesquisa Espacial (ISRO), a carga útil – Pacote Analisador de Plasma para Aditya (PAPA) – desempenhou um papel fundamental na captura dessas observações cruciais.

PAPA é um analisador de energia e massa projetado para medições in-situ de elétrons e íons do vento solar na faixa de baixa energia. Equipado com dois sensores – a Sonda de Energia Eletrônica do Vento Solar (SWEEP) e o Analisador de Composição de Íons do Vento Solar (SWICAR) – o PAPA pode medir elétrons e íons em faixas de energia específicas e até mesmo determinar a direção de chegada das partículas do vento solar.

De acordo com ISRO declarações, os dados coletados pelo PAPA revelaram eventos CME significativos, principalmente em 15 de dezembro de 2023, e durante 10 a 11 de fevereiro de 2024. As observações indicaram um aumento abrupto na contagem total de elétrons e íons durante o evento de dezembro, alinhando-se com as medições obtidas de outros satélites. Em contraste, as variações observadas durante fevereiro sugeriram múltiplos eventos menores com variações de tempo distintas para elétrons e íons.

A ISRO enfatizou que os sensores SWEEP e SWICAR no PAPA-Aditya-L1 estão funcionando perfeitamente, monitorando continuamente as partículas do vento solar no modo padrão. Estas observações sublinham a eficácia da carga útil na monitorização das condições meteorológicas espaciais e na análise dos fenómenos solares.

Lançado a bordo do foguete PSLV-C57 em 2 de setembro, o Aditya-L1 é colocado em uma órbita halo ao redor do Ponto Lagrangiano 1 (L1), a 1,5 milhão de km da Terra na direção do Sol. Com o seu posicionamento estratégico, o Aditya-L1 pode observar continuamente o Sol, fornecendo informações valiosas sobre as atividades solares.

O Aditya-L1 transporta sete cargas destinadas a estudar vários aspectos do Sol, incluindo a observação da luz solar e a medição de plasma e campos magnéticos in situ. A detecção bem sucedida dos impactos da CME pela PAPA destaca a crescente capacidade da Índia na exploração espacial e a sua contribuição para a compreensão da dinâmica solar, essencial para prever e mitigar os impactos do clima espacial na Terra.

Patrocinado por Google

Deixe uma resposta

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading