HomeÁfricaArgélia acusa Marrocos de ataque contra comboio comercial que usava caminhões militares

Argélia acusa Marrocos de ataque contra comboio comercial que usava caminhões militares

A Argélia responsabilizou Marrocos por um recente ataque de drones na disputada região do Saara Ocidental, que matou três caminhoneiros civis argelinos que alegadamente estariam em atividade comercial, porém, a situação está mal explicada pois os caminhões eram militares. Nas imagens, apesar das fuligens do incêndio dos caminhões, pode-se perceber a pintura camuflada dos veículos. De acordo com relatos das mídias sociais publicados por alegadas testemunhas do ataque, outros caminhões que integravam o comboio conseguiram fugir ao de dispersarem no deserto.

Em um comunicado divulgado em 3 de novembro, a presidência argelina descreveu o incidente como um “assassinato covarde com armamento sofisticado”.

“Em 1 de novembro de 2021, enquanto o povo argelino celebra com alegria e serenidade o 67º aniversário da eclosão da Revolução gloriosa, três (03) cidadãos argelinos foram covardemente assassinados em um bombardeio bárbaro de seus caminhões na estrada que liga Nouakchott a Ouargla , enquanto eles estavam em um movimento natural de comércio entre os povos da região ”, diz o comunicado. “Vários fatores apontam para as forças de ocupação de Marrocos no Saara Ocidental como tendo cometido com armamento sofisticado este assassinato covarde. Esta agressividade brutal é característica de uma conhecida política de expansão territorial e terror ”.

A Presidência argelina continuou a sublinhar que o assassinato dos três cidadãos argelinos no Sahara Ocidental “não ficará impune”.

O governo do Marrocos já negou a responsabilidade pelo incidente. Um alto funcionário das relações exteriores marroquino afirmou que os caminhões foram atingidos por minas terrestres enquanto transportavam armas da Argélia para a Frente Polisário (rebeldes anti governo do Marrocos ligados ao terrorismo islâmico) no Saara Ocidental.

O oficial acusou a Argélia de incitar as crescentes capacidades de drones do Marrocos. A Força Aérea Real Marroquina adquiriu vários tipos de drones recentemente, incluindo vários drones de combate Bayraktar TB2 da Turquia.

“A Argélia quer criar uma crise sobre o uso de drones pelas Forças Armadas Reais, que perturbou o equilíbrio de poder”, disse a fonte não identificada à TV al-Arabiya, dos Emirados Árabes Unidos.”

Em outubro, Argélia e Marrocos romperam relações diplomáticas devido a novos desacordos sobre a questão do Saara Ocidental e acusações mútuas de espionagem e apoio ao terrorismo islâmico na região do Sahel.

Os dois países podem estar caminhando para um confronto militar no Saara Ocidental. Marrocos, que tem vindo a aumentar as suas capacidades militares, pode usar qualquer resposta da Argélia como pretexto para lançar uma operação total contra a Polisário. Isso desestabilizaria o oeste e o norte da África e ameaçaria a Europa com novos fluxos de refugiados.

Apesar de pouco comentado nas grandes mídias ocidentais e até mesmo dos países árabes, a Argélia atualmente é uma das nações que estão sob grande suspeita de dar apoio aos grupos terroristas islâmicos na região do Sahel e na Líbia, assim como é o principal porto de re-despacho de drogas para a Europa ocidental e um dos principais hubs de receptação de veículos e cargas roubadas na Europa.

A Argélia também é um país que devido ao seus alinhamentos políticos baseados em uma esquerda radical islâmizada mas que na realidade prartica um domínio político quase feudal, não consegue ter boas relações com o ocidente, com os países da comunidade árabe e com seus vizinhos africanos.

O Marrocos pelo contrário, mesmo sendo uma monarquia considerada como autoritária moderada, é uma nação que possui bons níveis de cooperação com a Europa no combate aos crimes de tráfico de drogas e pessoas/imigração econômica ilegal, combate ao terrorismo islâmico e vigilância marítima em ações de busca e salvamento no Oceano Atlântico.

Com informações TV Al Arabya, France Inter, Francesco Comito, Donato Yaakov Secchi, via redação Orbis Defense Europe.


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!