Ataque de mísseis russos na Ucrânia mata 4

A Rússia lançou dezenas de mísseis e drones contra a Ucrânia na manhã de quarta-feira, matando pelo menos quatro pessoas e ferindo mais de uma dúzia de outras, disseram autoridades em Kiev.

Três pessoas morreram nos ataques na capital ucraniana, disseram as autoridades locais, enquanto as imagens mostravam um grande incêndio nos últimos andares de um edifício residencial alto.

“Outro ataque em massa contra o nosso país. Seis regiões estavam sob ataque inimigo”, disse o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, numa publicação nas redes sociais.

Os ataques de quarta-feira também atingiram áreas no nordeste e no sul da Ucrânia, bem como na região oeste de Lviv, a centenas de quilómetros das linhas da frente.

Uma pessoa foi morta na cidade portuária de Mykolaiv, no sul, disseram autoridades.

“O inimigo realizou vários ataques ao território da Ucrânia, utilizando vários meios de ataque aéreo atacar UAVs, mísseis guiados de cruzeiro, balísticos e antiaéreos”, disse o principal general da Ucrânia, Valery Zaluzhny.

Ele disse que a Rússia disparou um total de 20 drones e 44 mísseis no ataque na manhã de quarta-feira, acrescentando que a força aérea da Ucrânia conseguiu abater 15 drones e 29 mísseis.

Pelo menos 16 pessoas ficaram feridas em Kiev, disse a administração da cidade, com outras autoridades alertando que o número de mortos pode aumentar.

Um impacto em um prédio de apartamentos no distrito de Golosiivskyi, no sul de Kiev, provocou um incêndio nos últimos andares, onde uma fumaça escura podia ser vista saindo das janelas quebradas.

Cerca de 50 pessoas foram evacuadas do prédio, disseram autoridades.

O ataque começou por volta das 06h00, hora local, de acordo com a força aérea da Ucrânia, com o sinal de que tudo estava limpo pouco antes das 09h00.

Cortes de energia também foram registrados em partes de Kiev, com quase 20 mil pessoas sem energia, disse o Ministério da Energia.

Enquanto as equipes de resgate trabalhavam em Kiev, o principal assessor de Zelensky chamou o presidente russo, Vladimir Putin, de “criminoso” em uma postagem nas redes sociais.

“Mísseis russos. Kiev. Novamente um edifício residencial. É nisso que eles gastam seu dinheiro. Ataques a civis. A Ucrânia precisa de ajuda”, escreveu o chefe de gabinete de Zelensky, Andriy Yermak.

Patrocinado por Google

Deixe uma resposta

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading