HomeIrãAtaque frustrado contra a instalação de energia atômica do Irã!

Ataque frustrado contra a instalação de energia atômica do Irã!

O Irã frustrou um ato de sabotagem direcionado a um dos edifícios pertencentes à Organização de Energia Atômica do Irã (AEOI) na manhã de quarta-feira, 23 de julho.

O evento ainda estava em dúvida sobre seu real acontecimento, porém foi confirmado por algumas mídias ocidentais e por uma mídia iraniana. O ato de sabotagem teve como alvo um prédio da AEOI perto de Karaj, a oeste de Teerã.

O ataque não resultou em nenhuma vítima ou dano devido às fortes precauções de segurança adotadas após atos semelhantes de sabotagem contra instalações nucleares iranianas e o assassinato do proeminente cientista Mohsen Fakhrizadeh no ano passado.

Diante da série de ataques a instalações nucleares no Irã no ano passado, as autoridades iranianas acusaram Israel de estar por trás de algumas delas.

Neste mapa existem as plantas estratégicas do programa nuclear persa

Em relação a Natanz, a primeira explosão, em julho de 2020, destruiu uma oficina de fabricação de centrífugas necessárias para produzir urânio enriquecido, que pode ser usado para fazer combustível de reator, mas também bombas nucleares.

cascatas complexas de centrífugas do Irã

A segunda, em abril deste ano, supostamente destruiu uma sala de centrifugação subterrânea. Israel não confirmou nem negou envolvimento em nenhum dos incidentes, embora o ex-chefe da agência de inteligência Mossad tenha insinuado no início do mês passado, junho, que estava por trás do mais recente ataque.

A agência de notícias estatal iraniana Irna disse que a tentativa de ataque ao prédio pertencente à Organização de Energia Atômica do Irã (AEOI) foi frustrada por causa das “medidas de segurança rígidas” em vigor. “O problema está agora sob investigação para identificar seus perpetradores”, acrescentou.

Tais atos de sabotagem com o objetivo de interromper as atividades nucleares iranianas não foram capazes de perturbar a continuação dos programas nucleares iranianos.

A tentativa de ataque mal sucedido, segundo os persas, ocorreu enquanto o Irã e as potências mundiais tentam reviver o acordo nuclear JCPOA de 2015 encabeçado por Barack Obama e que deu enorme espaço de atuação no enriquecimento de urânio persa até patamares acima de 5% que foi estocado.

O acordo está perto do colapso desde 2018, quando o então presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o abandonou e restabeleceu as sanções que prejudicaram a economia iraniana. O Irã retaliou quebrando gradualmente os limites acordados sobre suas atividades nucleares, incluindo aquelas de enriquecimento de urânio.

Anadolu Agency

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, quer voltar ao acordo, mas diz que o Irã deve voltar ao cumprimento antes que as sanções sejam suspensas. O Irã insiste que Biden deve suspender as sanções primeiro, uma briga de gato e rato.

Com informações complementares de BBC News, Reuters, Irna, via Redação Área Militar


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!