HomeOriente-médioAviões de espionagem do Reino Unido realizam voos na costa síria

Aviões de espionagem do Reino Unido realizam voos na costa síria

O fato ocorreu no dia 12 de novembro, realizando operações no mar mediterrâneo oriental, próximo a bases russas na Síria

A imagem mostra uma aeronave de inteligência de sinais RAF Rivet Joint RC-135W decolando da RAF Waddington em Lincolnshire. Este arquivo está licenciado pela Open Government License versão 1.0 (OGL v1.0). Por Sgt Si Pugsley RAF/MOD

O avião de reconhecimento RC-135W Rivet voou ao largo da costa da Síria e do Líbano por mais de cinco horas, antes de partir para sua base.

A aeronave provavelmente estava espionando as principais bases russas na costa síria, a Base Aérea de Hmeimim e a Base Naval de Tartus, e possivelmente as posições do Hezbollah no Líbano.

O RC-135W foi originalmente desenvolvido para a Força Aérea dos Estados Unidos por várias empresas, incluindo General Dynamics, Lockheed, LTV, E-Systems e L3 Technologies. A aeronave está equipada para detectar, identificar e localizar sinais geográficos em todo o espectro eletromagnético.

O Reino Unido comprou três aeronaves KC-135R antigas em 2010, depois as atualizou para o padrão Rivet Joint RC-135W sob o “projeto Airseeker”. A aquisição das três aeronaves avançadas foi orçada em £ 634 milhões, com entrada em serviço em outubro de 2014. A aeronave formou o Esquadrão nº 41 da RAF.

Eles estão atualmente baseados na estação Waddington da Royal Air Force, na Inglaterra. Os aviões espiões da RAF têm estado muito ocupados recentemente.

Apenas um dia antes, o Ministério da Defesa da Rússia disse haver enviado um caça a jato Su-30 para interceptar uma aeronave RC-135W britânica que tentava se aproximar da Crimeia.

South Front – via Redação Área Militar


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!