HomeExercícios MilitaresBase Aérea de Hill participa no exercício Red Flag 22-1

Base Aérea de Hill participa no exercício Red Flag 22-1

A partir de 24 de janeiro de 2022, a 388ª Ala de Caça na Base Aérea de Hill, Utah, está servindo como base principal no Red Flag, o principal exercício de combate da Força Aérea, que ocorre na Base Aérea de Nellis, Nevada, que ocorre várias vezes ao longo do ano.

O 421º Esquadrão de Caça e o 421º Esquadrão de Caça, juntamente com os reservistas da 419ª Ala de Caça, implantaram 12 caças F-35A Lightning II e aproximadamente 200 militares para treinar ao lado de outras unidades da Força Aérea, DOD e nações aliadas.

Nas próximas três semanas, eles formarão uma Ala Expedicionária Aérea conjunta, trabalhando juntos em um ambiente simulado de implantação. Além do 421º FS manter e voar o F-35A em cenários de combate diário, como ala principal, o 388º FW será o centro de integração, suporte e recursos para a força desdobrada.

“Desde nosso primeiro Red Flag com o F-35A em 2017, percorremos um longo caminho. Tanto o jato quanto nossas táticas melhoraram”, disse o Coronel Craig Andrle, comandante da 388ª Ala de Caça. “Temos mais graduados da Escola de Armas e um punhado de pilotos com mais de 1.000 horas no F-35. Também somos mais experientes em manutenção e sustentação implantadas após 18 meses de implantações de combate e vários exercícios de ponta.”

Durante o Exercício Red Flag, uma “Força Azul” amigável (uma variedade de caças, bombardeiros e aeronaves de comando e controle) enfrenta uma “Força Vermelha” inimiga igualmente integrada em missões de combate simuladas que se tornam progressivamente mais complexas.

O exercício foi criado em 1975, após a Guerra do Vietnã, quando os Estados Unidos perderam um grande número de aviadores e aeronaves por falta de experiência adequada em combate. Em resposta, o Red Flag foi projetado para simular as primeiras 10 missões de combate de um piloto em um ambiente realista, mas controlado.

Os planejadores dizem que o que começou como um exercício projetado para ajudar os pilotos a sobreviver, desde então se transformou em uma guerra simulada de vários domínios que inclui componentes aéreos, espaciais, cibernéticos e de inteligência – todos projetados para se alinhar à Estratégia de Defesa Nacional – replicando e preparando melhor para os adversários modernos. O F-35A é um componente chave nessa luta.

“A Red Flag nos permite mostrar a outras unidades e nossos aliados as capacidades do F-35 em um ambiente de treinamento que não pode ser replicado em nenhum outro lugar”, disse Andrle. “Os jatos têm um desempenho muito, muito bom. É realmente uma plataforma de quinta geração, não apenas furtiva, mas um conjunto de sensores que vê e dá sentido a tudo o que está acontecendo na luta. Com essa consciência situacional, somos capazes de tornar outras aeronaves legadas mais letais e com capacidade de sobrevivência.”

Embora o escopo das missões da Red Flag tenha se expandido, um objetivo principal continua sendo dar aos pilotos e mantenedores mais jovens a experiência necessária antes do combate.

“Isto é especialmente para todos os nossos alas mais jovens”, disse o tenente-coronel Stephen Redmond, comandante do 421º Esquadrão de Caça. “Todo o planejamento, preparação e todo o trabalho feito pelo pessoal da Red Flag e Nellis e do 388º – é tudo para o benefício de nossos alas. Queremos que eles aproveitem a oportunidade e aprendam o máximo possível com cada lançamento, cada surtida gerada, cada brief e debrief. É para isso que serve o Red Flag.”

  • Com informações da USAF, via redação Orbis Defense Europe/Genebra.

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

Deixe uma resposta


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

AGORA!