HomeChinaCaças F-15 japoneses interceptam pela primeira vez o drone "Dragão Voador WZ-7"...

Caças F-15 japoneses interceptam pela primeira vez o drone “Dragão Voador WZ-7” mais avançado da China

No primeiro incidente desse tipo, o Ministério da Defesa do Japão revelou em 1º de janeiro que sua Força Aérea interceptou o drone WZ-7 Soaring Dragon da China sobre o Mar da China Oriental.

Siga

O drone militar chinês WZ-7, considerado um dos mais avançados de seu inventário, sobrevoou as águas entre as ilhas de Okinawa e Miyakojima, no sudoeste do Japão, em 1º de janeiro.

A Força Aérea de Autodefesa Japonesa embaralhou seus caças (provavelmente o F-15J) para interceptar o drone, embora ele não tenha entrado no espaço aéreo japonês.

Curiosamente, isso ocorre menos de um mês depois que o WZ-7 foi localizado na região tibetana, perto da disputada fronteira da LAC com a Índia. Na época, fotos de satélite divulgadas pelo Planet Labs mostraram o drone na Base Shigatse dois dias depois que as tropas indianas e do Exército Popular de Libertação (PLA) entraram em confronto em Tawang, em Arunachal Pradesh.

No entanto, a Força de Autodefesa Japonesa pode ter sido pega de surpresa, pois foi a primeira vez que o drone voou perto do território japonês.

Segundo o Ministério, o Sistema Aéreo Não Tripulado (UAS) voou do Mar da China Oriental, passando entre as ilhas japonesas a caminho do Oceano Pacífico. Então, ele circulou de volta pelo mesmo caminho enquanto se dirigia para o oeste.

O caminho de vôo que o drone supostamente tomou é interessante. O WZ-7 passou pelo Estreito de Miyako, uma passagem que separa a ilha principal de Okinawa e as Ilhas Miyako.

Recentemente, a Marinha Chinesa escolheu esta rota para seus porta-aviões e outras embarcações entrarem no Pacífico Ocidental. Essa manobra é frequentemente observada de perto e seguida por Tóquio.

A rota de voo do drone WZ-7 interceptado em 2 de janeiro – Ministério da Defesa do Japão

Aliás, um segundo drone WZ-7 foi localizado pelo MoD japonês um dia após a primeira interceptação. O drone operou na mesma região e seguiu uma rota de voo idêntica do Mar da China Oriental ao Mar das Filipinas, passando relativamente perto de Okinawa e outras ilhas japonesas distantes.

Neste caso, não foi especificado o quão perto o drone voou do território japonês. No entanto, provavelmente não entrou no espaço aéreo de Tóquio.

Siga
Patrocinado por Google

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR:  canalareamilitarof@gmail.com

Deixe uma resposta

Quero receber notícias:

ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR 

CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

AGORA!