HomeChinaChina está expandindo um misterioso campo militar no que parece ser uma...

China está expandindo um misterioso campo militar no que parece ser uma Área 51 chinesa

A China está expandindo seu misterioso e gigante campo de aviação no meio do deserto. Novas imagens de 28 de junho da Maxar Technologies mostram uma dezena edifícios em construção no local. Esta pode ser a Área 51 da China em construção.

De acordo com Geoff Brumfiel ao site NPR, isso inspira comparações com a Área-51: uma enorme pista de decolagem de cinco quilômetros de extensão em um pedaço remoto do deserto chinês, a centenas de quilômetros de qualquer cidade.

Agora, parece que a área está em expansão. Imagens de satélite da empresa comercial Maxar Technologies fornecidas exclusivamente para a NPR mostram cerca de uma dúzia de grandes edifícios de concreto em construção perto da pista de pouso.

Os edifícios marcam uma mudança significativa no campo de aviação, que até agora carecia de muitas informações permanentes. “Acho que estamos observando o que parece ser uma instalação muito importante para as atividades espaciais militares da China que parece estar crescendo”, disse Ankit Panda, um membro sênior do Carnegie Endowment for International Peace que monitora as questões espaciais da região.

A pista, no limite do antigo campo de teste de armas nucleares da China em Lop Nur, surgiu do nada em 2016. Em 2020, os observadores acreditam que a China pousou lá um “avião espacial” altamente classificado.

O campo de aviação tem uma longa pista que se acredita ter sido usada para pousar o avião espacial da China em 2020.

Ninguém sabe exatamente como o avião espacial se parece, mas provavelmente se parece com os ônibus espaciais que costumavam transportar astronautas americanos para a órbita, exceto por ser menor.

“Certamente não é, eu diria, grande o suficiente para levar pessoas”, diz Jonathan McDowell, astrônomo do Centro de Astrofísica de Harvard e Smithsonian que rastreia satélites e espaçonaves.

Os EUA têm dois aviões espaciais semelhantes, diz McDowell. Conhecidas como X-37b, espaçonaves que realizam missões classificadas para a Força Aérea Americana. McDowell diz ainda acreditar que o programa X-37b é provavelmente usado para testar tecnologia avançada para satélites militares.

O X-37b das Forças Armadas dos EUA, um pequeno avião espacial usado para pesquisas classificadas. Jeremy Webster / Air Force Media

“É usado como plataforma de experimentos, como algo que transporta experimentos para o espaço e depois, na maior parte, os traz de volta e para que você possa corrigi-los, melhorá-los e reiniciá-los”, afirmou McDowell.

Além da aterrissagem do avião espacial chinês em setembro passado, a pista estava silenciosa. Há o que parecem ser alguns reboques modulares em uma extremidade, talvez um alojamento temporário para aqueles raros momentos em que a equipe de solo precisa estar no local.

Mas as novas instalações agora em construção indicam que o papel da pista pode estar se expandindo. “Isso parece ser algo mais do que apenas “Estamos vindo aqui no fim de semana”, diz McDowell.

Imagens de satélite de fevereiro de 2020 (esquerda) e 28 de junho de 2021 (direita) mostram a nova construção. Maxar Technologies

As imagens da Maxar, junto com imagens da empresa comercial Planet, sugerem que a construção começou no verão de 2020, na época em que o avião espacial levantou voo.

Os edifícios se parecem com os vistos em outras instalações militares chinesas. Mas não está claro para que eles serão usados. “Podem ser gabinetes de oficiais, se for de fato um local que será uma instalação militar permanente de algum tipo”, disse um investigador americano, complementando que “a habitação é outra possibilidade”.

Apesar disso, o investigador acha que a pista gigante no meio do deserto pode estar prestes a ficar mais ocupada. Sua localização remota o torna o local perfeito para testar equipamentos ultrassecretos.

“Aeronaves atmosféricas, aeronaves de alta altitude, drones de alta altitude, bombardeiros potenciais, outras aeronaves experimentais”, diz ele. “Você conhece o tipo de coisa que os Estados Unidos podem ser acusados ​​de testar em um local como a Área 51”, complementou.

A embaixada chinesa em Washington não quis comentar sobre a Área militar. A região levantou interesse das autoridades americanas e analistas que passarão a observar também as novas tecnologias que podem ser exibidas nos próximos desfiles militares chineses.

Certamente os desfiles podem fornecer pistas sobre o que o governo chinês está trabalhando em sua nova instalação no deserto.

Com informações de NPR, Geoff Brumfiel, via Redação Área Militar


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!