Cidadão dos EUA morto em Donetsk, detido em Moscou – mídia russa

Um cidadão norte-americano conhecido por ter lutado com separatistas pró-Rússia na Ucrânia entre 2014 e 2017 foi morto em Donetsk, ocupada por Moscovo, informou a imprensa russa na sexta-feira.

Autoridades instaladas pela Rússia no leste da Ucrânia relataram no início deste mês que o americano – Russell Bentley, de 64 anos – estava desaparecido.

“Russell Bentley, conhecido como ‘Texas’, um verdadeiro americano, verdadeiramente do Texas, foi morto em Donetsk”, disse a chefe da rede RT pró-Kremlin, Margarita Simonyan, nas redes sociais.

“Ele estava lutando por nossos rapazes”, disse ela.

Simonyan não deu detalhes sobre como ele morreu.

O batalhão Vostok com o qual lutou confirmou a sua morte, apelando a “punição exemplar para aqueles que mataram Russell Bentley”, sugerindo que ele não morreu num ataque ucraniano.

A polícia de Donetsk disse em 8 de abril que Bentley havia desaparecido depois de ir ajudar as vítimas de um ataque ucraniano em Donetsk.

Em um canal Telegram anteriormente administrado por ele, a esposa de Bentley, Lyudmila, disse que ele foi “sequestrado” por soldados russos de um batalhão de tanques, pedindo-lhes que o deixassem ir.

O autoproclamado comunista texano juntou-se aos separatistas pró-Moscou na Ucrânia para combater Kiev em 2014. Ele recebeu a nacionalidade russa.

Patrocinado por Google

Deixe uma resposta

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading