Ciência e Tecnologia – A rebelião de Diógenes: como o filósofo criou um gesto indecente que sobrevive até os dias atuais

Diógenes de Sinope é um conhecido filósofo grego, mas sua história tem suas peculiaridades. Foram provavelmente os gregos os primeiros a usar o dedo médio como um gesto obsceno, e a história de Diógenes prova isso.

Diógenes de Sinope nasceu por volta de 412 ou 404 AC. e. em Sinope, e não era um filósofo típico; ele evitou as normas sociais e o luxo, escolhendo um estilo de vida minimalista e sem-teto. Diógenes rejeitou o materialismo, os valores sociais e o conforto que a maioria das pessoas busca, acreditando que a chave para a verdadeira alegria está na simplicidade da natureza, escreve Repórter Grego.

Foco.A tecnologia tem seu próprio Canal de telegrama. Inscreva-se para não perder as últimas e emocionantes notícias do mundo da ciência!

A filosofia única de Diógenes foi formada em Atenas, onde viveu num enorme vaso de cerâmica. Ele passava as noites neste abrigo pouco convencional e durante o dia vagava pelas ruas mendigando. Diógenes desafiou as normas e valores sociais ao fazer uma declaração ousada sobre a superioridade da sabedoria sobre os bens materiais.

Em Atenas, Diógenes incorporou a sua filosofia vivendo uma vida simples, que ia contra as expectativas sociais. Ele se tornou o fundador da filosofia cínica, junto com Antístenes e Crates. Sua rejeição às normas sociais e sua busca pela sabedoria tiveram uma influência duradoura no pensamento grego antigo.

No entanto, havia um outro lado dele que pode ter dado origem ao gesto proverbial. Segundo evidências históricas, Diógenes mostrou o dedo médio ao orador Demóstenes em Atenas no século IV aC. e. Este ato rebelde combina bem com o desdém de Diógenes por aqueles com quem ele discordava.

Importante

Os cientistas ainda buscam a resposta: ninguém sabe como surgiram as manchas no mármore do Partenon (foto)

O gesto infame, que na cultura grega antiga era associado ao pênis ereto, chegou a Roma como “digitus impudicus” ou dígito obsceno. Até o dramaturgo Aristófanes o mencionou em suas obras, acrescentando uma camada de intriga histórica ao legado desse filósofo pouco convencional.

Anteriormente Foco escreveu sobre como o câncer era tratado na Grécia Antiga.

Também contamos como as novas notas do pesquisador retrocederam no tempo até a civilização núbia.

Patrocinado por Google

Deixe uma resposta

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading