Ciência e Tecnologia – Alienígenas pegam carona para colonizar o espaço: que tipo de transporte eles usam?

Uma nova teoria sugere que os alienígenas estão usando meteoros para viagens cômicas e agora os humanos serão capazes de detectá-los.

A panspermia é uma teoria alternativa que sugere que qualquer forma de vida pode se espalhar para outros planetas pegando carona em meteoros. Em um novo estudo, os cientistas criaram um roteiro de lugares onde os alienígenas poderiam hipoteticamente chegar, escreve Ciência Viva.

Se a vida for realmente capaz de se espalhar de planeta em planeta, então poderemos ser capazes de detectá-la, mesmo que não saibamos o que estamos procurando. Pelo menos é o que pensam os autores de um novo estudo do Earth Life Sciences Institute, Harrison B. Smith e Lana Sinapayen.

Em foco. Surgiram tecnologias Canal de telegrama. Inscreva-se para não perder as últimas e emocionantes notícias do mundo da ciência!

Os astrónomos têm procurado vida fora da Terra há anos: existem vários locais promissores no sistema solar, mas a grande abundância de exoplanetas significa que os humanos têm maior probabilidade de encontrar vida num planeta que orbita outra estrela. Dados da NASA sugerem que hoje já conhecemos mais de 5 mil exoplanetas confirmados, e esse número só vai aumentar.

Ao mesmo tempo, todas as buscas por vida extraterrestre enfrentam um sério obstáculo: não sabemos realmente o que procuramos. Os cientistas conhecem apenas um tipo de planeta que pode definitivamente abrigar vida, e na verdade conhecemos apenas um tipo de vida – a Terra e a vida baseada em carbono que nela prospera. Mas, segundo os astrônomos, é provável que a vida tome diferentes formas em toda a galáxia. Talvez um dia a humanidade tenha a sorte de descobrir uma cópia exata da Terra com a mesma forma de vida, mas há uma chance maior de encontrarmos algo confuso e pouco claro, que levará muito tempo para ser decifrado.

Num novo estudo, os astrónomos Smith e Sinapayen propõem uma abordagem alternativa. Na verdade, os investigadores sugerem que, em vez de nos concentrarmos exatamente em como seria a vida extraterrestre, deveríamos prestar mais atenção à forma como ela se comportaria. Os autores do estudo propuseram uma estratégia de detecção baseada no conceito de panspermia – em termos simples, a ideia de que a vida pode originar-se num planeta e depois espalhar-se para outros viajando à boleia em meteoros.

Observe que a panspermia está fora da corrente principal da pesquisa científica, mas também não é uma pseudociência. Meteoritos marcianos já foram descobertos na Terra antes, e os cientistas descobrem continuamente que alguns seres vivos são capazes de sobreviver em condições aparentemente extremas.

Os autores do estudo observam que não sabemos quais propriedades de um exoplaneta seriam realmente alteradas pela vida alienígena, mas se esta forma de vida for capaz de panspermia, tentará fazer mudanças semelhantes em todos os planetas que puder alcançar. Às vezes isto seria impossível, significando que a vida não poderia florescer, no entanto, quando mudanças pudessem ser feitas – isto permitiria que o planeta fosse mudado para torná-lo semelhante ao “mundo original”.

No seu estudo, os cientistas desenvolveram um teste estatístico que mede propriedades suficientes de planetas suficientes. Espera-se que isso permita identificar um grupo de planetas com características comuns.

Os autores reconhecem que tal descoberta não será um factor decisivo no conceito de procura de vida extraterrestre. No entanto, o novo teste irá restringir a busca, identificando planetas com algo estranho acontecendo – uma das razões para isso pode ser a presença de vida.

A equipe também reconhece que seu trabalho tem limitações. Em primeiro lugar, presume-se que a panspermia seja possível – este facto ainda é uma hipótese não testada. Em segundo lugar, o teste dos cientistas só funciona se conseguirmos recolher dados suficientes sobre um grande número de exoplanetas.

Anteriormente Foco escreveu sobre como a vida se espalha pelo Universo: o que a teoria diz.

Patrocinado por Google

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS