Ciência e Tecnologia – Deftones tocou guitarra durante a remoção de um tumor cerebral: uma operação única aconteceu em Miami

Inscreva-se no grupo de análise e inteligência no Telegram ?? https://t.me/areamilitar

Uma operação incrível em sua complexidade e abordagem incomum aconteceu recentemente em Miami. O jovem estava consciente e tocava violão enquanto os cirurgiões retiravam um tumor de seu cérebro.

Recentemente, o guitarrista profissional Christian Nolen participou de um procedimento médico incomum – uma cirurgia em seu próprio cérebro. O que tornou tudo incomum foi o fato de Nolen não ser apenas um paciente, ele se tornou um participante ativo na operação, tocando seu violão. Este método incomum foi usado durante uma operação complexa para remover um glioma, um tipo de tumor cerebral, do lobo frontal direito do guitarrista, escreve UPI.

Foco.A tecnologia tem seu próprio Canal de telegrama. Inscreva-se para não perder as últimas e emocionantes notícias do mundo da ciência!

A escolha de Nolen de tocar guitarra não foi apenas por diversão. Com a ajuda de uma atividade tão incomum, os médicos perseguiram um objetivo importante. O tumor estava localizado na parte do cérebro responsável por controlar os movimentos do braço esquerdo. Para garantir que os cirurgiões pudessem remover o máximo possível do tumor sem prejudicar a capacidade de jogo de Nolen, eles desenvolveram uma abordagem única. Durante a fase crítica da operação de duas horas, Nolen estava consciente e tocando violão.

Dr. Ricardo Comotar, que liderou a operação no Sylvester Comprehensive Cancer Center, em Miami, explicou que a vigília e o toque de guitarra de Nolen permitiram aos cirurgiões observar cuidadosamente e preservar a área do cérebro que controla os movimentos dos braços. Esta abordagem inovadora faz parte de uma técnica mais ampla conhecida como “cirurgia do cérebro acordado”, que está se tornando cada vez mais comum em cirurgias tão delicadas.

O procedimento começou com Nolen sendo sedado e depois usando anestesia regional para anestesiar o couro cabeludo. Quando a operação atingiu um estágio particularmente delicado, o jovem foi acordado e recebeu um violão para tocar. Para o jogo ele escolheu músicas do Deftones. Sua brincadeira também demonstrou suas habilidades motoras finas durante a cirurgia.

A cirurgia cerebral consciente tem uma série de vantagens. Eles não apenas ajudam os cirurgiões a minimizar os danos durante a remoção de tumores, mas também melhoram os resultados dos pacientes. Segundo o médico Armana Dagala, chefe do serviço de neuroanestesiologia do centro, esse método leva à diminuição da incidência de complicações, menor tempo de internação e acompanhamento pós-operatório menos intensivo. Os pacientes se recuperam mais rapidamente porque são expostos a menos anestésicos, o que reduz a probabilidade de efeitos colaterais como náuseas.

O caso de Christian Nolen se destaca porque ele utilizou uma habilidade específica, tocar violão, como marcador em tempo real durante a cirurgia. Esta abordagem destaca os avanços na neurocirurgia e nas técnicas personalizadas que estão sendo desenvolvidas para melhorar o atendimento ao paciente. Nolen continua seu tratamento e voltou a tocar o instrumento, que se tornou não apenas um hobby para ele, mas também um fator chave para o sucesso de sua luta pela vida.

Anteriormente Foco escreveu sobre o primeiro transplante duplo de órgãos do mundo usando uma nova técnica. Confrontados com uma situação aparentemente desesperadora, os médicos arriscaram tudo ao confiarem num estudo científico recente.

Também Foco escreveu sobre o desenvolvimento de um hidrogel que destrói efetivamente o câncer no cérebro. Os pesquisadores realizaram testes em ratos e os resultados foram impressionantes.

Patrocinado por Google

Deixe uma resposta

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading