Ciência e Tecnologia – Eles mudam imperceptivelmente nossa psique: os cientistas aprenderam como os sonhos afetam nossa saúde

Novas pesquisas realizadas por cientistas permitiram-lhes observar a influência dos sonhos em nosso corpo sob uma nova perspectiva. Acontece que isso vai muito além do humor e da qualidade do sono, alterando processos no nosso cérebro.

Os neurocientistas estão desenvolvendo novas técnicas inovadoras para desvendar a essência dos sonhos e seu impacto na função cognitiva e na qualidade do sono. O seu trabalho científico mostra que os sonhos não só moldam as nossas percepções, mas também podem desempenhar um papel importante na gestão de doenças mentais a longo prazo. Esta nova forma de ver as coisas permite aos cientistas falar sobre as potenciais possibilidades terapêuticas da manipulação dos sonhos, em particular para melhorar a qualidade do sono e reduzir pesadelos, bem como para tratar anomalias, escreve. Notícias de neurociência.

Foco.A tecnologia tem seu próprio Canal de telegrama. Inscreva-se para não perder as últimas e emocionantes notícias do mundo da ciência!

Claudia Picard-Deland e sua equipe da Universidade de Montreal conduziram experimentos que desafiam os métodos tradicionais de avaliação do sono por meio da análise dos sonhos. Ao despertar repetidamente os participantes do estudo, eles estudaram a experiência subjetiva do sono e descobriram que os sonhos influenciam significativamente a percepção da qualidade do sono. Os resultados do estudo mostraram que os participantes que conseguiam lembrar-se dos seus sonhos ou que se sentiam mais imersos neles relataram um sono mais profundo e profundo. Esta descoberta é importante para o tratamento de condições como a insônia, onde a qualidade percebida do sono pode diferir dramaticamente da qualidade medida do sono.

Em outra frente Saba Al Youssef da Universidade Sorbonne, aprofundou sua compreensão dos sonhos com a ajuda de sonhadores lúcidos, que podem manipular conscientemente seus estados de sonho. A equipe de Al-Youssef utilizou essa capacidade para estudar os processos neurais do sonho, descobrindo que fechar os olhos durante o sono não leva necessariamente ao desaparecimento das imagens visuais. Esta descoberta não só expande a compreensão do cérebro do sonhador e dos seus processos, mas também destaca a utilidade e a singularidade dos sonhos lúcidos na investigação psicológica.

Estas descobertas científicas serão apresentadas em conferências Cognitive Neuroscience Society 2024, onde especialistas enfatizaram a importância do desenvolvimento de novas técnicas para estudar e manipular sonhos. O objetivo final é traduzir esse conhecimento em aplicações clínicas, como o desenvolvimento de tratamentos que modifiquem o conteúdo dos sonhos para reduzir a frequência e a intensidade dos pesadelos.

Anteriormente Foco escreveu que os cientistas descobriram os benefícios inesperados do sono diurno. Os pesquisadores acreditam que um sono leve durante o dia pode melhorar a concentração e a memória e até prevenir doenças devastadoras.

Também Foco escreveu sobre nove maneiras simples de melhorar a qualidade do sono. Milhões de pessoas enfrentam problemas de sono que impactam negativamente suas vidas diárias, mas é corrigível, dizem os especialistas.

Este material é apenas para fins informativos e não contém conselhos que possam afetar sua saúde. Se você estiver enfrentando problemas, entre em contato com um especialista.

Patrocinado por Google

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS