Ciência e Tecnologia – Nem todo chocolate é igualmente bom para a saúde: os cientistas percebem a diferença

O chocolate é um produto popular entre milhões de pessoas, mas se você o escolher por suas qualidades benéficas, a maioria de suas variedades pode acabar sendo uma praga.

Embora a ciência moderna tenha revelado repetidamente os benefícios do chocolate para a saúde, há muitas nuances que devem ser levadas em consideração antes de colocar no carrinho de compras a primeira variedade que chamar sua atenção. Alguns tipos de chocolate podem fazer muito mais mal do que bem ao nosso corpo, escreve Geografia nacional.

Em foco. Surgiram tecnologias Canal de telegrama. Inscreva-se para não perder as últimas e emocionantes notícias do mundo da ciência!

O cacau é companheiro da civilização humana desde a antiguidade e antes mesmo de ser utilizado na fabricação de chocolate, já era utilizado como moeda pela civilização maia. E essa popularidade tem seus próprios motivos, escondidos nos grãos do cacau. Eles contêm uma grande quantidade de nutrientes que podem fortalecer nosso corpo em muitas áreas importantes.

“Pesquisas com grãos de cacau têm mostrado repetidamente que o consumo de substâncias benéficas, como os flavonóides, tem um efeito positivo na saúde do nosso coração, protegendo-o de muitas doenças”, afirma Howard Sesso, epidemiologista da Harvard T.H. School of Public Health. Chana.

Em 2022 famoso estudar, que entrevistou 21.000 adultos, nos deu uma visão sobre os potenciais benefícios do chocolate para o coração. Aqueles que tomaram 500 mg de flavanol de cacau diariamente apresentaram menor risco de morte por doenças cardiovasculares em comparação com aqueles que não o fizeram. Mas antes de pegar a primeira barra de chocolate que encontrar, é importante saber que esses benefícios vêm dos aditivos, e não do chocolate em si. Isso ocorre porque o açúcar encontrado nas barras de chocolate pode compensar os benefícios, principalmente para quem está atento à sua ingestão ou com risco de diabetes.

Os flavanóis, encontrados no cacau, nas frutas, nos vegetais e no chá, podem ser um importante estimulador do cérebro, potencialmente retardando o declínio cognitivo e melhorando a função cerebral, melhorando o fluxo sanguíneo. No entanto, são necessárias mais pesquisas para compreender completamente esse processo, dizem os cientistas.

Então todos os chocolates são iguais? Na verdade. Os benefícios para a saúde dependem do teor de cacau, fonte desses mesmos flavonóis. O chocolate amargo é uma escolha melhor e contém mais cacau do que o chocolate ao leite ou branco. O chocolate branco essencialmente não contém flavonóides, oferecendo apenas açúcar, gordura e calorias.

Mas não se deixe enganar pelas porcentagens. Só porque o rótulo diz “80% cacau” não significa que o chocolate será automaticamente bom para você. O caminho que o cacau percorre desde o grão até o produto final é importante. Os grãos de cacau perdem alguns dos seus compostos benéficos através da fermentação, secagem, torra, etc. Além disso, muitos produtos de chocolate populares são altamente processados, diluindo quaisquer benefícios potenciais com açúcar e aditivos artificiais.

Das descobertas dos cientistas conclui-se que devemos dar preferência ao chocolate preto minimamente processado e com teor de cacau de pelo menos 70%, e assim poderemos deliciar-nos com uma guloseima que também será mais benéfica para a nossa saúde. Porém, o principal é a moderação. Poucas coisas conseguem equilibrar prazer e bem-estar, e o chocolate certo é a rara exceção à regra. Então, da próxima vez que você saborear um pedaço de chocolate, saiba que sua doçura pode esconder grandes benefícios à saúde, mas somente se você escolher com sabedoria.

Anteriormente Foco escreveu sobre se vale a pena fazer longas pausas entre tomar café. Os pesquisadores revelaram o que uma pausa temporária da cafeína pode fazer pelo corpo.

Também Foco escreveu sobre como os grãos do cacau equilibram a má nutrição. Muitos de nós costumamos comer junk food, o que piora a nossa saúde à medida que envelhecemos, mas os cientistas descobriram um contrapeso saudável aos nossos hábitos.

Este material é apenas para fins informativos e não contém conselhos que possam afetar sua saúde. Se você estiver enfrentando problemas, entre em contato com um especialista.

Patrocinado por Google

Deixe uma resposta

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading