HomeMundoCSTO envia forças de paz para o Kazaquistão

CSTO envia forças de paz para o Kazaquistão

O Conselho de Segurança Coletiva do CSTO decidiu enviar as forças conjuntas de manutenção da paz ao Kazaquistão. Esta é a primeira vez que as forças de manutenção da paz do CSTO são implantadas em um estado membro do CSTO. A informação ainda não foi divulgada oficialmente pelos meios de comunicação do governo do Kazaquistão, mas fontes das mídias russas e do Kazaquistão afirmam que tudo já está pronto e é apenas questão de horas para essas forças de paz agirem nas cidades tomadas pelas gangues de terroristas e manifestantes desordeiros.

O CSTO é uma aliança de cooperação e ajuda mútua de antigos estados membros da ex-URSS que hoje estão sob influência da Rússia e inclui Armênia, Bielo-Rússia, Cazaquistão, Quirguistão, Rússia e Tajiquistão. O presidente da Armênia, Nikol Pashinyan, é o atual presidente do Conselho de Segurança Coletiva.

Anteriormente, foram confirmadas informações sobre relatos de que o 45 º Regimento das Forças aerotransportadas russas estacionadas na Kubinka (Odintsovsky Distrito de Moscow Oblast) foi colocado em prontidão para ser deslocado ao Kazaquistão.

De acordo com  mídias russas, esse mesmo regimento pode ser implantado como parte da força CSTO para repelir a agressão contra o país. As unidades militares de outros estados membros do CSTO também estão prontas para serem destacadas.

A decisão foi tomada a pedido do presidente do Cazaquistão, Tokayev. Uma operação antiterrorista foi lançada anteriormente em Almaty contra manifestantes armados, que já decretou hoje o “Estado de Emergência”.

Novos vídeos de Almaty mostram militares entrando na cidade. O número de vítimas entre as forças de segurança e civis está crescendo rapidamente.

De acordo com os dados oficiais, centenas de pessoas ficaram feridas, incluindo mais de 300 policiais. Pelo menos oito oficiais de segurança foram mortos.

Exsite a grande desconfiança de que essas ações de terrorismo sejam arquitetadas por grupos terroristas islâmicos patrocinados por alguma nação estrangeira, pois muitos turcos e afegãos foram presos entre os manifestantes que estavam organizados em gangues e efetuavam ataques contra forças de ordem e unidades militares.

Diversos vídeos mostraram forças policiais aparentemente cooptadas pelos manifestantes:

Abaixo, mais vídeos exclusivos dos acontecimentos recentes:

  • Com informações STFH Analysis & Intelligence, TASS, RT France, Assem Zhapisheva, Tonton7, Aingul Pavel, e redes sociais via redação Orbis Defense Europe/Paris.
Patrocinado por Google

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

Deixe uma resposta


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR 

CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

AGORA!