HomeOriente-médioDezenas de mortes já confirmadas no aeroporto de "Kaosbul"(Vídeos)

Dezenas de mortes já confirmadas no aeroporto de “Kaosbul”(Vídeos)

O estado de caos prevalece no aeroporto de Kabul pelo segundo dia consecutivo. Centenas de pessoas tentaram entrar à força em aviões que saíam do Afeganistão, que agora está sob controle do Taleban. Todos alegam ser colaboradores dos EUA ou de algum país aliado integrante da OTAN.

Segundo informações colhidas da população civil que invadiu o aeroporto de Kabul, a população recebeu ordens em alguns bairros próximos para invadir as dependências do aeroporto justamente para cirar caos intencional e gerar imagens que desmoralizassem a retirada dos estrangeiros e seus “protegidos”, com clara intenção midiática de fazer algo semelhante a retirada de Saigon. Tudo pela melhor propaganda possível da vitória do Talebã que sempre quebrou os vários acordos de paz e tréguas anteriores…

De acordo com informações da imprensa afegã que ainda consegue trabalhar sem acompanhamento de “oficiais do Talebã” a administração do aeroporto sob controle do Talebã, informou que seriam suspensos também todos os voos, militares e civis por motivos de segurança.

Não ficou claro se alguma operação de “limpeza do aeroporto” para retirar os civis não autorizados será feita pelos militares dos EUA, Reino Unido e outros países que ainda permanecem nos pátios ou se a “polícia do Talebã” (integrada por militares das ex-forças regulares, anistiados pelo Talebã) farão o serviço…

Em 16 de agosto, as primeiras vítimas foram registradas no aeroporto. De acordo com as autoridades americanas, sete pessoas morreram no aeroporto de Cabul até o momento, todas por quedas, por estarem agarradas à partes externas de aeronaves.

Porém, levando-se em conta as filmagens da área, percebe-se que o número é bem maior e vai crescer nas próximas horas, pois existem relatos de pessoas esmagadas pelas rodas das aeronaves, muitas pisoteadas em tumultos e outras tantas vitimadas em brigas.

Também existem já vários relatos de afegãos que foram mortos a tiros em uma multidão, estes foram alvejados por tropas dos EUA, que foram destacadas para proteger o território ao redor do aeroporto. Os militares abriram fogo, inicialmente atirando para o alto, e depois em autodefesa, contra a multidão de civis que invadiam o aeroporto e estariam colocando em risco as operações das aeronaves e agredindo tripulantes e equipes de solo do aeroporto.

Por sua vez, oficiais militares norte-americanos afirmam que pessoas morreram devido ao pânico na multidão. Exitem também o relato de que pelo menos um soldado americano foi baleado e ferido no aeroporto de Cabul.

Existem também imagens de militares canadenses sendo agredidos pela multidão de civis que invadiu a pista na madrugada, e pelas informações das redes sociais e de jornalistas do Afeganistão, esse grupo de 8 ou 12 militares canadenses está desaparecido, porém nenhum canal de informação oficial canadense comentou a situação até o momento.

Outras informações especulam que pelo menos mil franceses e/ou colaboradores da França estariam desaparecidos em Kabul, e que para isso o governo francês já deslocou um grupamento militar de urgência para efetuar o resgate desses cidadãos e/ou colaboradores afegãos, mas esse contingente e as aeronaves ficarão em stand by no Qatar, aguardado instruções governamentais da presidência.

As vítimas no aeroporto de Cabul ocorreram 20 anos após os ataques de 11 de setembro nos Estados Unidos. Por uma trágica coincidência, o número de uma aeronave que está levando pessoas de Cabul é 1109.

 

  • Com informações AFP, AP, Reuters, France Inter, Al Jazeera, BBC, RT France, RT Inter, CNews e imagens das redes sociais, via redação Orbis Defense Europe


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!