HomeConflitosDiretor da CIA e líder do Talibã encontram-se secretamente em Cabul

Diretor da CIA e líder do Talibã encontram-se secretamente em Cabul

Um alto funcionário dos EUA confirma à Fox News que o diretor da CIA William Burns se reuniu com o líder do Taleban e co-fundador Mullah Abdul Ghani Baradar em Cabul na segunda-feira.

A reunião ocorreu em Cabul na segunda-feira (23) e é o maior encontro entre o governo Joe Biden e o Talibã desde que o grupo extremista tomou a capital afegã e voltou ao poder após 20 anos.

Baradar liderou o acordo de paz do Talibã com os EUA, durante o governo Donald Trump, e também negociava um cessar-fogo com o antigo governo afegão, antes da sua queda.

Ele havia sido preso em 2010 em Karachi, no sul do Paquistão, e foi libertado em 2018, a pedido de Trump, para participar das negociações de paz.

Ironicamente, Baradar ficou preso por oito anos após uma operação conjunta entre a CIA e o governo paquistanês.

O confudador do Talibã era próximo ao líder supremo do grupo extremista, Mohammad Omar, que o governo afegão disse ter matado em 2013 e o grupo extremista diz que morreu em 2015.

O porta-voz do Taleban, Zabihullah Mujahid, disse na terça-feira que seu grupo não aceitará “nenhuma prorrogação” do prazo de 31 de agosto imposto pelo governo Biden para a retirada de todas as tropas americanas do Afeganistão, informou a Associated Press.

Aliados europeus estão pressionando o governo Biden para estender o prazo de 31 de agosto, apesar das advertências do Taleban contra cruzar a “linha vermelha”, de acordo com um relatório.

O presidente dos EUA, Joe Biden, enviou o diretor da CIA William Burns para se encontrar com o líder do Taleban Abdul Ghani Baradar em Cabul na segunda-feira, no encontro oficial de mais alto nível desde que o grupo militante assumiu a capital afegã, um funcionário norte-americano e uma fonte familiarizado com a atividade do governo, disse à Reuters na terça-feira.

Ambas as fontes falaram sob condição de anonimato.

O governo Biden está evacuando cidadãos americanos e outros aliados em meio ao caos no aeroporto de Cabul, antes do prazo final de 31 de agosto para a retirada do Afeganistão. consulte Mais informação

O Washington Post, citando autoridades americanas que falaram sob condição de anonimato, relatou primeiro a reunião.

A Casa Branca e um representante da CIA não quiseram comentar. Um porta-voz do Taleban disse não saber se Baradar se encontrou com o chefe da CIA.

Biden disse na semana passada que as tropas americanas podem permanecer no Afeganistão após o prazo final de 31 de agosto para evacuar os americanos.

No entanto, o porta-voz do Taleban, Zabihullah Mujahid, disse na terça-feira que o grupo não havia concordado em estender o prazo para a evacuação e queria que todas as evacuações estrangeiras fossem concluídas até 31 de agosto. Leia mais

O secretário de imprensa do Departamento de Defesa, John Kirby, disse que “não houve mudança” no cronograma do governo Biden de retirar todas as forças americanas do Afeganistão até 31 de agosto.

“Continuamos a fazer progressos todos os dias para tirar os americanos – bem como os candidatos a vistos de imigração especial e os afegãos vulneráveis”, acrescentou. “Continuamos comprometidos em fazer com que todo e qualquer americano que queira ir embora, para tirá-los de lá”, continuou Kirby.

“Ainda acreditamos – certamente agora que fomos capazes de aumentar a capacidade e o fluxo – acreditamos que temos a capacidade de fazer isso até o final do mês.”

  • Com textos adaptados das matérias originais de Edmund DeMarche para a FoxNews.com. e reportagem de Idrees Ali e Mark Hosenball, Trevor Hunnicut para a Reuters, via redação Orbis Defense Europe/Genebra.


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!