EUA desocuparão primeira base aérea dentro de semanas após retirada do Níger

Os EUA terão esvaziado completamente uma base aérea no Níger, à medida que continuam a transferir pessoal e equipamento do país africano antes do prazo de Setembro para completar sua retirada, de acordo com o chefe do Comando dos EUA para África.

O Níger e os EUA anunciaram a sua decisão numa declaração conjunta no mês passado e estabeleceram o prazo até 15 de Setembro para os EUA retirarem as suas forças do país da África Ocidental. Os laços entre as duas nações começaram a deteriorar-se no Verão passado, após um golpe de Estado encenado por uma junta militar conhecida como Conselho Nacional para a Salvaguarda da Pátria, ou CNSP.

Em Março, um porta-voz do conselho disse que as forças dos EUA deixariam de operar no país.

“Estamos no ritmo e no plano, removendo equipamentos pesados ??da Base Aérea 101, e então concluiremos com a Base Aérea 201”, disse o general do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA, Michael Langley, a repórteres em uma coletiva de imprensa em 24 de junho.

“Dentro de algumas semanas terminaremos o 101. Vou colocar dessa forma”, acrescentou. “Equipamento pesado, material rodante, é sempre o que mais ganhamos com isso. … Estamos no ritmo certo, se não à frente do ritmo.”

A América depende do Níger como centro de contraterrorismo há mais de uma década. Até recentemente, mais de 1.000 militares dos EUA operaram lá, a maioria concentrada numa base aérea localizada no centro do país, que custou mais de US$ 100 milhões.

O plano para a realocação de equipamento ainda não está finalizado, mas Langley disse que fez viagens pela costa da África Ocidental e pelo resto da região para melhor compreender o que esses países precisam para enfrentar a luta contra o terrorismo que enfrentam.

“Eu olho para a nossa estratégia geral. Estamos a redobrar a estratégia de passar pelos nossos parceiros, através, com e através, na dissuasão de ameaças e também na resposta a crises. Eu não meço isso em quantidade de equipamentos, remanejando equipamentos; Eu meço isso pelas capacidades”, disse ele.

O comandante sublinhou que estes países não estão a pedir tropas norte-americanas no terreno em “qualquer âmbito ou magnitude. Eles dizem que a luta é deles. Eles estão procurando capacidades, sejam capacidades requintadas de compartilhamento de informações [or] ser capaz de alcançar a capacidade de identificar indicações e avisos por si próprios.”

Reconhecendo a presença de conselheiros e formadores russos no Níger, na Base Aérea 101, onde os americanos ainda estão a retirar-se, Langley disse: “Que intenções eles têm para além disso, não sei. … Mas neste momento sei que estamos a fazer uma retirada responsável e gradual.”

Existe presença militar russa tão ao norte quanto a Líbia e no extremo sul até a República Centro-Africana, de acordo com Langley. Atividade russa será provavelmente um tema que surgirá durante a Conferência dos Chefes de Defesa Africanos, um fórum anual que terá início pela primeira vez no continente africano, no Botswana, em 25 de Junho.

Os militares russos em África estão a tentar, através de campanhas activas de desinformação, criar uma barreira entre o Ocidente e os seus parceiros africanos, segundo Langley.

“Fazer [the Russians] deseja realmente ter ajudado estes países africanos a vencer o terrorismo ou tentar construir a sua governação de forma a ser mais receptiva à sua sociedade pública ou civil? Eu não estou vendo isso. Vejo que estão a tentar divulgar uma narrativa que irá semear uma discórdia entre os nossos parceiros africanos e o Ocidente em geral”, acrescentou.

Jen Judson é uma jornalista premiada que cobre guerra terrestre para o Defense News. Ela também trabalhou para Politico e Inside Defense. Ela possui mestrado em jornalismo pela Universidade de Boston e bacharelado em artes pelo Kenyon College.

Patrocinado por Google
Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading