Europa e Mundo – Bélgica promete fragata para a nova missão Read Sea da UE

Inscreva-se no grupo de análise e inteligência no Telegram ?? https://t.me/areamilitar

Bruxelas está pronta para se juntar à futura missão de segurança marítima da UE no Mar Vermelho para proteger os navios dos ataques dos terroristas Houthi apoiados pelo Irão, anunciou o governo belga na sexta-feira (19 de janeiro).

“A Bélgica confirma hoje a sua participação numa missão europeia no Mar Vermelho com a fragata Louise Marie”, disse a ministra da Defesa, Ludivine Dedonder, depois de o Conselho de Ministros ter dado luz verde à medida.

As principais tarefas da missão “serão garantir o reconhecimento marítimo na região, acompanhar os navios comerciais e proteger os navios contra possíveis ataques”, disse ainda, acrescentando que “o único objectivo desta operação será defensivo para garantir a segurança do trânsito na área de o Golfo de Aden e o Estreito de Bab el Mandeb”.

Os estados membros da UE deram apoio inicial no início desta semana à criação de uma missão naval para proteger os navios dos ataques de terroristas Houthi apoiados pelo Irão no Mar Vermelho, que ameaçaram as principais rotas de navios mercantes internacionais.

UE avançará com missão no Mar Vermelho para dissuadir Houthis

Os estados membros da UE deram apoio inicial na terça-feira (16 de janeiro) à criação de uma missão naval para proteger os navios dos ataques de terroristas Houthi apoiados pelo Irão no Mar Vermelho, segundo vários diplomatas europeus.

A proposta da UE, divulgada pela Euractiv na semana passada, sugeria a criação de “uma nova operação da UE” que “atuaria numa área de operação mais ampla, do Mar Vermelho ao Golfo”.

Espera-se que a nova missão se baseie em Agenor, a operação de vigilância conjunta liderada pela França que cobre todo o Golfo, o Estreito de Ormuz e parte do Mar Arábico, é o braço militar do guarda-chuva missão batizada de Consciência Marítima Europeia no Estreito de Ormuz (EMASoH), localizada entre o Golfo Pérsico e o Golfo de Omã.

Bélgica, Dinamarca, França, Alemanha, Grécia, Itália, Países Baixos, Noruega e Portugal participam actualmente no EMASoH.

A Bélgica segue os compromissos de outros Estados-Membros da UE de se juntar à futura missão da UE, tais como Alemanha, Gréciae os Países Baixos.

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da UE discutirão o assunto numa reunião em Bruxelas na segunda-feira (22 de janeiro), seguida de trabalhos sobre os detalhes do mandato da missão.

“A extensão do mandato da missão EMASOH e a expansão da sua zona operacional para o Mar Vermelho é uma opção”, disse ainda o ministro.

O objetivo é estabelecer e lançar a missão o mais tardar até 19 de fevereiro, disseram diplomatas.

A fragata belga Louise-Marie dividirá seu tempo na região, pois já estava prevista a participação no Agenor, liderado pelos franceses. A fragata ainda está programada para se juntar ao Agenor e participará da missão da UE assim que estiver em operação, entende Euractiv.

Bélgica também atualmente comanda a força-tarefa Agenor.

“A forma como a Bélgica participará será ainda mais coordenada com os nossos parceiros europeus e será discutida mais detalhadamente no Parlamento”, disse também Dedonder.

Leia mais com Euractiv

Patrocinado por Google

Deixe uma resposta

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading