HomeÚLTIMASExército Sírio obriga ataca forças turcas com fogo de artilharia

Exército Sírio obriga ataca forças turcas com fogo de artilharia

Desde o dia 16 de janeiro, a artilharia do Exército Árabe Sírio (SAA) bombardeia  postos militares turcos localizados localizado nos arredores da cidade de Kansafra, na parte sul da região da Grande Idlib.

De acordo com várias fontes de notícias pró-oposição sírias, o bombardeio feriu três dos militares no posto em território sírio ocupado. Os feridos eram supostamente membros do serviço turco e militantes sírios terroristas islâmicos da “Sham Legion”, apoiada pela Turquia.

Há menos de uma semana, vários militares turcos teriam ficado levemente feridos quando a artilharia da SAA alvejou o posto de Kansafra.

Kansafra não foi o único posto turco a ser alvo da SAA. A artilharia do exército também atingiu os arredores de um posto turco localizado perto da cidade de Qoqfin, a oeste de Kansafra, nos dias 15 e 16 de janeiro. No entanto, não houve vítimas ou perdas materiais.

O verdadeiro alvo dos recentes ataques de artilharia da SAA foram provavelmente militantes do Hay’at Tahrir al-Sham, afiliado à Al-Qaeda, e seus aliados apoiados pela Turquia, que geralmente se abrigam perto de postos turcos.

Os militares turcos mantêm mais de 60 posições na Grande Idlib ocupada por tropas turcas e terroristas islâmicos rebeldes. O mais novo posto foi construído na cidade de Afes no dia 8 de janeiro .

A Turquia vê sua grande presença militar na Grande Idlib como um meio de deter as forças do governo sírio e seus aliados. Ancara parece estar planejando manter suas forças na região a longo prazo, se não permanentemente.

Os militares turcos estabeleceram uma nova posição na região noroeste da Síria da Grande Idlib em 8 de janeiro mas aparentemente efetuaram alguns recuos táticos.

De acordo com o grupo de monitoramento com sede em Londres, a posição foi construída no distrito leste da cidade de Afes, no interior do sul de Idlib. Pelo menos 35 militares turcos e quatro veículos blindados foram implantados na nova posição.

Afes está localizada a 2,5 quilômetros ao norte da rodovia M4, que liga a cidade industrial de Aleppo ao porto de Lattakia, e a cerca de 3 km a oeste da rodovia M5 que liga Aleppo à capita, Damasco.

A nova posição permitirá que as forças turcas observem grande parte da rodovia M5, que foi aberta pelas forças do governo sírio e seus aliados com força há cerca de dois anos.

Os militares turcos estão expandindo sua presença na Grande Idlib, ignorando seus compromissos sob o acordo de cessar-fogo de 5 de março de 2020 com a Rússia.

Ainda não foram divumgadas imagens confiáveis ou oficiais dos acontecimentos por ambas as partes envolvidas no conflito.

  • Com informações SANA Syria, Syrian Observatory for Human Rights (Observatório Sírio para os Direitos Humanos) e observadores internacionais via redes sociais, via redação Orbis Defense Europe/Genebra.

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

Deixe uma resposta


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

AGORA!