HomeÚLTIMASExército Ucraniano em prováveis exercícios perto da fronteira da Crimeia

Exército Ucraniano em prováveis exercícios perto da fronteira da Crimeia

Apesar da informação dessas manobras ser anuncianda por diversos canais do mainstream internacional, nada foi divulgado oficialmente pelos canais oficiais do governo ucraniano ou de suas forças armadas até o momento.

A agência internacional Reuters divulgou imagens de movimentação de tropas e equipamentos pesados, mas não existe certeza se são imagens de arquivos editadas ou se realmente são imagens recentes dos exercícios que estariam em curso.

De acordo com as imagens e informações divulgadas e analisadas pelas redes sociais, os militares ucranianos estão praticando a implantação rápida de lançadores de foguetes múltiplos BM-21 “Grad” durante esses exercícios militares táticos, em um campo de tiro na região de Kherson.

A Ucrânia acusou a Rússia de reunir cerca de 100.000 soldados em preparação para uma possível ofensiva militar, levantando temores de que um conflito latente na região de Donbass, no leste da Ucrânia, possa eclodir em uma guerra aberta entre os vizinhos.

Moscou diz que seus movimentos são puramente defensivos e tem o direito de mover forças ao redor de seu território como achar melhor.

O vice-ministro da Defesa da Rússia, Alexander Fomin , disse na terça-feira que exercícios para “impedir e repelir uma agressão estrangeira” estavam sendo conduzidos pela Rússia e pela Bielorrússia enquanto militares e equipamentos russos chegam à Bielorrússia, segundo a Associated Press.

Ucrânia afirma que implantação militar da Rússia perto da fronteira ‘quase concluída’

A implantação militar da Rússia perto da fronteira ucraniana está “quase concluída”, de acordo com uma avaliação de inteligência do Ministério da Defesa ucraniano compartilhada com algumas redes de TV do mainstream internacional, principalmente as alinhadas com o globalismo progressista que tem um evidente interesse em fomentar uma narrativa para justificar uma intervenção dos EUA em outro conflito internacional.

Embora a Rússia afirme que o país não possui militares no leste da Ucrânia, a avaliação diz que 3.000 militares russos estão estacionados em território separatista do Dombass. A Ucrânia sustenta a informação que mais de 35.000 separatistas pró-Rússia no leste da Ucrânia são apoiados pelo governo russo.

A avaliação ucraniana disse que os desenvolvimentos são “destinados a limitar as capacidades dos Estados Unidos” em um esforço para “garantir a segurança no continente europeu”. A avaliação também alegou que a Rússia está “tentando dividir e enfraquecer a União Europeia e a OTAN”, segundo a CNN.

Os desdobramentos ocorrem em meio a crescentes tensões entre a Ucrânia e a Rússia devido a preocupações de que a Rússia esteja se preparando para invadir a ex-república soviética.

De acordo com a avaliação de inteligência do Ministério da Defesa ucraniano, “o território da Bielorrússia deve ser considerado como um teatro de operações completo que a Rússia pode usar para expandir a agressão contra a Ucrânia”, informou a CNN.

Não existem ainda informações ou imagens confiàveis dos exercícios, apesar que existe uma previsão de realização de pelo menos uma dezena de exercícios militares com a participação de tropas estrangeiras em território ucraniano nesse ano de 2022.

Abaixo, vídeo divulgado pela Reuters nessa noite (horário de Zurich) com imagens dos alegados exercícios:

No ano passado (2021) o Parlamento da Ucrânia aprovou no dia 14 de dezembro um projeto de lei que permite que tropas estrangeiras participem de exercícios militares no território da ex-república soviética em 2022, uma medida que provavelmente enfurecerá a Rússia.

De acordo com o projeto de lei, apresentado pelo presidente ucraniano Volodymyr Zelenskiy, a Ucrânia planeja realizar 10 grandes exercícios militares nesse ano de 2022.

A Ucrânia, que não é membro da OTAN, intensificou a cooperação militar com os países ocidentais em meio a um aumento na atividade hostil da Rússia e seus representantes, o que aumentou o risco de uma guerra aberta entre os dois vizinhos.

O vice-ministro da Defesa da Ucrânia, Anatoliy Petrenko, disse ao parlamento antes da votação que 21.000 ucranianos e 11.500 militares dos Estados Unidos, Grã-Bretanha, Polônia, Romênia e outros países participarão de exercícios em terra, mar e ar.

“A realização de exercícios multinacionais no território ajudará a fortalecer as capacidades de defesa nacional e apoiará os esforços políticos e diplomáticos para manter a estabilidade na região”, disse Petrenko.

Não houve resposta imediata da Rússia na terça-feira à aprovação do projeto de lei pelo parlamento ucraniano.

Abaixo, vídeo com as imagens de exercícios militares iniciados pela Rússia e BieloRússia ontem:

  • Com informações Reuters, AFP e redes sociais, via redação Orbis Defense Europe/Genebra.

Patrocinado por Google

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

Deixe uma resposta


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR 

CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

AGORA!