“Ficarei satisfeito quando vencermos a guerra”, diz ministro das Relações Exteriores polonês

“Ficarei satisfeito quando vencermos a guerra”, disse o ministro das Relações Exteriores polonês, Radek Sikorski, na quarta-feira, quando questionado pela CNN se ele estava satisfeito com a linguagem do comunicado conjunto emitido pela OTAN.

Questionado pela CNN se o caminho irreversível da Ucrânia para a OTAN é realmente irreversível, Sikorski brincou: “Inshallah”.

Quão forte seria a linguagem a ser usada no comunicado, que deve ter consenso de todos os 32 aliados da OTAN, foi um ponto de discórdia nas negociações. Inicialmente, os EUA se opuseram ao uso da palavra “irreversível”, mas mudaram sua posição, desde que deixasse claro que o caminho dependia da Ucrânia concluir as reformas necessárias.

O secretário de Estado Americano, Antony Blinken, abordou o assunto mais cedo na quarta-feira e reconheceu as diferenças entre os 32 aliados da OTAN sobre a linguagem do comunicado conjunto, mas sugeriu que isso era esperado.

“Esta é uma aliança democrática e aliança de países democráticos. Países diferentes têm visões ligeiramente diferentes sobre algumas dessas questões. E parte da nossa responsabilidade é prosseguir com consenso”, disse ele no fórum público da OTAN. “A maior força que temos, a moeda mais valiosa que temos como aliança é a nossa unidade. Mas essa unidade não acontece simplesmente. É o produto da conversa. É o produto da escuta.”

Patrocinado por Google
Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading