Força Aérea Brasileira – FAB realiza intercâmbio de Defesa Cibernética com a Força Aérea dos EUA

A Força Aérea Brasileira (FAB), por meio do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER) e da Diretoria de Tecnologia da Informação (DTI), realizou, entre os dias 15 e 19/04, o Intercâmbio de Especialista em Assuntos Específicos (SMEE) sobre Defesa e Segurança Cibernética juntamente com a Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), representada pela 12ª Força Aérea (AFSOUTH) e pela Guarda Aérea Nacional de Nova Iorque (NYANG).

O evento aconteceu em Brasília (DF) e contou com representantes do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), do EMAER, do DTI, do Centro de Computação da Aeronáutica de Brasília (CCA-BR) e do Núcleo do Centro de Defesa Cibernética da Aeronáutica (NuCDCAER), além do Comando de Defesa Cibernética (ComDCiber) e do Centro de Defesa Cibernética (CDCiber). O público-alvo foram militares que atuam na área cibernética. 

O intercâmbio visou debater tópicos como a participação brasileira em exercícios de Defesa Cibernética; aumentar as capacidades; desenvolver a força de trabalho, e ainda fortalecer a parceria de defesa cibernética entre a USAF, NYANG, FAB e ComDCiber

Além dos palestrantes da FAB, porta-vozes da USAF também ministraram  assuntos tecnológicos, entre eles: Defesa em profundidade; Defesa de Rede; Ameaça cibernética Intel; Desenvolvimento da força de trabalho cibernética; Estrutura e Organização de Defesa Cibernética na USAF; atividades cibernéticas durante operações de treinamento; Segurança Cibernética (Gerenciamento de Riscos), entre outros temas.

O Coordenador do evento, Coronel Aviador Fernando Rodrigues de Sá, explicou a importância de investir na capacitação de pessoal, especialmente em conjunto com a USAF. “Em 2024 está prevista a ativação do CDCAER e a realização do primeiro exercício de Defesa Cibernética durante a Cruzex [Cruzeiro do Sul Exercise], portanto, a troca de conhecimentos e experiências com a USAF é fundamental para o cumprimento de nossa missão”, disse.

O Chefe do Núcleo do Centro de Defesa Cibernética da Aeronáutica, Tenente-Coronel Aviador Thiago Josué Diedrich, comentou o quanto os EUA têm para ensinar para os brasileiros no campo de defesa Cibernética. “Os EUA são um dos países mais atacados diariamente, então eles têm metodologias, processos já muito bem definidos, utilizados em operações, em tempo real, porque a cibernética é uma ação constante e diária. Eles já desenvolveram capacidades que nós estamos desenvolvendo. Eles já estudaram e aprimoraram, inclusive em ação, como empregar a força cibernética em contextos operacionais. Então, o nosso principal objetivo tratando com eles é absorver”, explicou.

Para um dos representantes da USAF no evento, Capitão Zachery Butler, esta foi uma oportunidade para estreitar os laços entre os dois países. “Estamos extremamente gratos pela hospitalidade de nossos anfitriões brasileiros. Pretendemos aumentar as nossas relações e cooperação no Domínio do Ciberespaço, aprendendo uns com os outros à medida que ambas as nossas Forças Aéreas crescem. Foi um imenso prazer aprender com nossos colegas da FAB e discutir com eles esses importantes temas da defesa cibernética. Esperamos por mais compromissos e oportunidades de trabalharmos juntos no futuro”, expressou.

CDCAER

A ativação do Centro de Defesa Cibernética da Aeronáutica (CDCAER), prevista para junho deste ano, tem por finalidade planejar, executar, controlar e supervisionar as atividades relacionadas à Proteção, Exploração e Ataque Cibernético, no âmbito do Comando da Aeronáutica (COMAER). 

A ideia do CDCAER é que a Força Aérea Brasileira acompanhe a evolução tecnológica e a velocidade com que as informações se propagam pela rede. E a partir de um amplo estudo feito pelo Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), a estrutura da área cibernética vem sendo implantada em fases até chegar à ativação efetiva, consolidada e dedicada a prover toda coordenação, supervisão, gestão e, por fim, fazer a governança de tudo o que é Defesa Cibernética em toda a estrutura do COMAER.

Fotos: Sargento Mônica / CECOMSAER

Patrocinado por Google

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS