HomeExercícios MilitaresForças Aeroespaciais Russas e Força Aérea da Síria efetuam mega exercício conjunto

Forças Aeroespaciais Russas e Força Aérea da Síria efetuam mega exercício conjunto

Em 2 de novembro, a mídia russa relatou que pilotos sírios, juntamente com membros das Forças Aeroespaciais Russas (VKS), estão realizando exercícios conjuntos em várias bases militares e campos de aviação sírios.

Segundo relatos de observadores internacionais independentes, as aeronaves Su-24 foram utilizadas nas manobras, esclarecendo que os caças Su-24 ainda estão em serviço nas Forças Aéreas da Síria e têm sido ativamente usados ​​em batalhas contra vários grupos armados. De acordo com a análise do cruzamento de informações desses observadores em diversas regiões, estima-se que; entre aviação de ataque, apoio, helicópteros e drones, pelo menos uma centena de aeronaves estão envolvidas nesse grande exercício.

De acordo com entrevistas de militares sírios divulgadas pela agência governamental SANA Syria, os treinamentos visam principalmente dominar o uso de ferramentas de reconhecimento e inteligência, especialmente no manuseio de dados de satélites e drones de reconhecimento. Porém muitos analistas das comunidades de OSINT que acompanham os acontecimentos acreditam que essa manobra é no mínimo uma demosntração de força para dissuadir um eventual ataque da Turquia, ou em pior caso, um preparativo para uma reação contra uma incursão da Turquia que certamente visa ocupar mais território no norte da Síria.

Da parte das Forças Aeroespaciais Russas e do governo da Federação Russa não existe ainda nenhuma informação oficial sobre o exercício.

O principal campo de treinamento foi a base aérea T-4 localizada na zona rural oriental de Homs.

Ao mesmo tempo, fontes locais na cidade de Tall Tamr, localizada no oeste da governadoria de Al-Hasakah, relataram sobre manobras russo-sírias na área e caças voando perto das linhas de frente das forças turcas e facções apoiadas pela Turquia ao redor a cidade.

As fontes indicaram que o Exército Árabe Sírio (SAA) implantou importantes reforços militares na área, incluindo tanques, lançadores de foguetes, canhões de campo, equipamentos logísticos militares e um grande contingente de soldados de infantaria. O deslocamento foi realizado sob a cobertura aérea russa, em meio às ameaças remanescentes de uma agressão militar turca na área, que poderia ser realizada sob o pretexto de combater o SDF.

A Turquia recentemente agravou a situação no norte da Síria, ameaçando atingir as cidades de Tall Rifat e Manbij no interior de Aleppo, Ain Issa em Ar Raqqah, chegando a Tall Tamr em Al-Hasakah, apesar do acordo de cessar-fogo com os russos que foi assinado dois anos atrás.

 

Aviação russa intensifica atividade em diferentes partes da Síria desde semana passada

Em 31 de outubro, aviões de guerra russos foram avistados em diferentes partes da região nordeste da Síria, onde as tensões entre as forças turcas e curdas vêm crescendo.

O jornal Independent Turkey divulgou um vídeo mostrando um caça a jato Su-35S das Forças Aeroespaciais Russas (VKS) manobrando sobre a cidade de al-Qamishli no interior de al-Hasakah, ao longo da fronteira turca. O caça foi supostamente implantado no aeroporto de al-Qamishli, onde as forças russas manter uma base, há poucos dias.

Fontes turcas também compartilharam um vídeo mostrando uma série de helicópteros russos Ka-52, Mi-8 e Mi-35 pousando no aeroporto de al-Qamishli.

Outro vídeo divulgado por fontes turcas mostra um avião russo, possivelmente um An-30, voando sobre a cidade ocupada pela Turquia de Ras al-Ain, no interior do norte de al-Hasakah.

Helicópteros russos também foram filmados pela North Press Agency manobrando sobre a cidade de Tell Tamer, na zona rural do norte de al-Hasakah. Os helicópteros lançaram foguetes shafts, que geralmente são usados ​​como uma medida defensiva contra mísseis antiaéreos direcionados ao calor.

O aumento das operações VKS no nordeste da Síria ocorre em meio a relatos de uma operação liderada pela Turquia contra as Forças Democráticas Sírias (SDF, forças rebeldes antigos aliados dos turcos) lideradas pelos curdos, que controlam grande parte da região.

De acordo com vários relatórios recentes, os militares turcos e seus representantes planejam atacar as principais áreas controladas pelo SDF, incluindo a cidade de Kobane.

Ao aumentar suas atividades militares no nordeste da Síria, a Rússia pode estar tentando deter a Turquia para preservar a segurança e a estabilidade na região. Ainda não está claro se a Rússia de fato interviria e apoiaria o SDF, que é apoiado pelos EUA, se a Turquia decidir continuar com seus planos militares.

  • Com informações STFH Analysis & Intelligence, textos parciais e imagens de; TV Zvezda Russia, Khaled Iskef, Carica Mil, Ali Karadai, North Press Agency/NPA Arabic e SOHR – Syrian Observatory for Human Rights, via redação Orbis Defense Europe.


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!