HomeOriente-médioForças Aeroespaciais Russas (VKS) bombardeiam proxyes dos EUA na Síria em represália...

Forças Aeroespaciais Russas (VKS) bombardeiam proxyes dos EUA na Síria em represália a ataque recente

No início de 16 de junho, uma série de ataques aéreos atingiu posições de Maghaweir al-Thowra (MaT), um grande grupo rebelde anti governo sírio apoiado pelos EUA, na área de al-Tanf, no sudeste da Síria, onde a coalizão liderada pelos EUA mantém uma guarnição clandestina.

Um oficial militar dos EUA disse ao jornalista da BBC Nafiseh Kohnavard que os ataques aéreos foram realizados por aviões de guerra das Forças Aeroespaciais Russas (VKS) em resposta a um ataque com uma bomba na estrada que resultou em baixas militares russas. O funcionário não identificado disse que a Rússia encontrou porvas e culpou MaT pelo ataque. A coalizão liderada pelos EUA foi alertada antes dos ataques aéreos e esse ataque nada tem de relação com o ataque realizado por forças especiais dos EUA ontem dia 15/06, que resultou na neutralização e/ou captura de um grande líder do ISIS na região, em fato descrito na matéria anterior.

O grupo MaT compartilhou fotos mostrando as consequências dos ataques aéreos russos no Twitter. O grupo alegou que os ataques aéreos resultaram apenas em algumas perdas materiais:

Cerca de 200 militares dos EUA e 300 militantes do MaT geralmente estão presentes na guarnição de al-Tanf, que foi supostamente estabelecida para combater o ISIS mas que aparentemente colabora com os grupos terroristas islâmicos em seu esforço anti-governo sírio e contra a presença russana Síria.

A coalizão liderada pelos EUA mantém uma zona de exclusão aérea de 55 quilômetros ao redor da guarnição. Apesar disso, os aviões de guerra VKS realizam missões de reconhecimento sobre a área regularmente.

Entre março e maio, tropas do governo sírio em torno de al-Tanf foram atacadas em várias ocasiões. Enquanto alguns dos ataques foram atribuídos ao ISIS, que se sabe estar presente na zona de 55 quilômetros, outros foram atribuídos ao MaT.

As atividades recentes do MaT não se limitaram à zona de 55 quilômetros e seus arredores. No ano passado, MaT construiu relações com uma facção armada na província de al-Suwayda, no sudeste da Síria. A facção, que era conhecida como Força Antiterrorista, foi neutralizada por forças pró-governo no início deste mês. Os militantes da facção caíram em uma emboscada enquanto tentavam fugir para a guarnição de al-Tanf. Seu líder foi morto na emboscada.

Além de suas atividades desestabilizadoras, o MaT está supostamente envolvido no tráfico de armas, produtos de tabaco e até drogas entre Síria, Jordânia e Iraque.

Os ataques aéreos russos a al-Tanf parecem ser mais um alerta para a coalizão liderada pelos EUA e seu representante, que continua a usar a área como base avançada para sabotagem. A agitação ao redor da área poderia em breve evoluir para um confronto.

  • Com informações do U.S. DoD/ Operation Inherent Resolve, BBC UK, SANA Syria e STFH Analysis & Intelligence via redação Orbis Defense Europe.

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

Deixe uma resposta


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

AGORA!