HomeEuropaFreedom Comboys se reúnem na Europa; Bruxelas é o destino final

Freedom Comboys se reúnem na Europa; Bruxelas é o destino final

Enquanto os caminhoneiros e simpatizantes canadenses se empenham em sua (principal) batalha para que acabem as restrições aos não vacinados, assim como contra a vacinação obrigatória, o exemplo deles prova ser uma inspiração contínua para alguns do outro lado do oceano. Seus descendentes continentais estão se mobilizando para um único objetivo, uma grande e coordenada presença pan-europeia em Bruxelas, sede das principais instituições da UE, na segunda-feira, 14 de fevereiro. Mas antes todos prometem grande presença em Paris nesse final de semana.

Além de exigir o fim das medidas abusivas da obrigatoriedade de vacinação, penalizações contra não vacinados e novos confinamentos, os manifestantes exigem que algo seja feito para diminuir os altos preços dos combustíveis, tornando-os surpreendentemente semelhantes aos coletes amarelos que abalaram Paris há apenas alguns anos . Como nenhuma licença foi solicitada, Bruxelas disse que proíbe a manifestação e que a polícia federal belga estará verificando veículos nas fronteiras, informa De Standaard .

Para evitar que Bruxelas seja completamente bloqueada, a Ministra do Interior Annelies Verlinden (CD&V), o Primeiro Ministro Rudi Vervoort (PS) e o Prefeito de Bruxelas Philippe Close (PS) uniram forças para enfrentar o avanço do comboio. O Ministro Verlinden está coordenando seus esforços. “Todos os distritos policiais, com a ajuda da Polícia Federal, vão desviar os veículos motorizados que estão chegando apesar da proibição”, explicou o prefeito Close em um tweet.

As autoridades também aconselham a não vir a Bruxelas de carro no domingo. “Tem havido apelos nas redes sociais para que as pessoas venham a Bruxelas de várias capitais europeias para participar do Freedom Comvoy. Vemos essas mensagens circulando. Aconselhamos a todos que evitem o centro de Bruxelas e as vias de acesso no domingo à tarde. Compartilharemos todas as informações sobre isso em tempo real via Twitter”, disse Ilse Van Dekeere, porta-voz do distrito policial de Bruxelas-Capital-Ixelles, acrescentando que espera “bloqueios com caminhões. É claro que estamos preparados, mas não comunicaremos sobre o envio de tropas”.

Uma estimativa do possível tamanho do protesto se mostra difícil, Carine Knapen, advogada da organização sem fins lucrativos Hands For Freedom, que fornece apoio logístico aos manifestantes, confirma: “Não tenho ideia de quantos caminhoneiros serão. Mas serão muitos, vindos de muitos países. Da Noruega, da Espanha, da Itália… até vi imagens de cinco caminhões que partiram de Israel”, disse ela. Na Bélgica, Knapen é conhecido como um ativista que luta para acabar com as medidas das crise sanitaria, como o CST (COVID Safe Ticket) e passaportes sanitarios de vacinação, um requisito para poder participar da vida pública.

Knapen continuou dizendo que a iniciativa não tem uma única organização por trás dela, mas que “diferentes grupos de pessoas de diferentes países são responsáveis ​​pela coordenação”, o que significa que “temos pouco controle sobre exatamente o que vai acontecer”. Se haveria algum bloqueio, ela não sabia. “Os pilotos decidem isso sozinhos. É um protesto pacífico, embora temamos que os ativistas da Antifa se misturem novamente para iniciar um tumulto”, disse Knapen. “Nunca protestamos contra nada, mas protestamos pela democracia, pela liberdade e pelos direitos humanos. Isso inclui pessoas que são contra o CST, contra máscaras bucais ou contra vacinas (obrigatórias). Mas isso é claro também pela liberdade.”

Uma amostra do que espera Bruxelas pode ser obtida através de várias contas e grupos de mídia social. Uma dessas contas, uma espécie de guarda-chuva, pertence ao European Freedom Convoy 2022 , que twitta consistentemente sobre as várias iniciativas que foram iniciadas em linhas nacionais.

Eles incentivam os cidadãos a se juntarem aos grupos do Telegram, onde podem se comunicar e coordenar ainda mais. O Telegram, que usa criptografia, tem sido uma plataforma favorita para os críticos do mandato COVID de várias ortodoxias, especialmente depois que as principais, como Facebook e Twitter, começaram a reprimir “informações enganosas sobre vacinas ” no final de 2020.

Em seus tweets, os vídeos mostram veículos andando juntos, se reunindo em locais pré-determinados, depois seguem para suas capitais, onde se juntam a pedestres em protesto. A maioria, se não todos, planeja seguir para Bruxelas em seguida.

Até agora, tudo parece bastante incipiente, pois tais iniciativas tendem a atrair uma grande variedade de apoiadores, com uma variedade igualmente ampla de queixas. No entanto, logisticamente, mostra-se bastante bem organizado. Um mapa interativo do Google , que será atualizado nos próximos dias, mostra rotas de viagem, pontos de interesse rotulados como ‘reunião’, ‘retirada’ e ‘sincronização’, bem como a localização de várias iniciativas cidadãs que fornecerão bens e serviços, como alimentos, bebidas e primeiros socorros. Também indica várias zonas dentro de Bruxelas, como áreas de ‘não entre’, ‘aldeia de caminhoneiros’ e ‘bem-vindo à festa’.

A julgar por sua retórica, se o impulso suficiente puder ser construído, essa expressão europeia do Freedom Convoy do Canadá tem todos os ingredientes de um novo movimento de libertação – um que poderia muito bem ir além do COVID-19, talvez se tornando um que seja mais abrangentemente anti-establishment na natureza.

  • Texto parcialmente adaptado da matéria de Tristan Vanheuckelom para o The European Conservative, via redação Orbis Defense Europe/Genebra.

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

Deixe uma resposta


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

AGORA!