Guerra na Ucrânia – Tajiquistão rejeita alegação russa de que a Ucrânia está a recrutar os seus cidadãos

O Ministério das Relações Exteriores do Tadjiquistão rejeitou no sábado a alegação de um alto funcionário da segurança russa de que a embaixada da Ucrânia na capital tadjique estava recrutando mercenários para lutar contra a Rússia.

“Observamos que esta afirmação do funcionário russo não tem base”, disse Shokhin Samadi, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Tadjique, segundo agências de notícias russas.

O secretário do Conselho de Segurança russo, Nikolai Patrushev, um dos principais aliados do presidente Vladimir Putin, disse na quarta-feira, sem fornecer provas, que “serviços especiais ucranianos” estavam por trás do tiroteio mortal do mês passado perto de Moscovo e que a embaixada ucraniana no Tajiquistão estava a recrutar combatentes, afirmou. a mídia noticiou.

A Ucrânia negou ter qualquer relação com o ataque que matou pelo menos 144 pessoas, e os Estados Unidos afirmaram que os militantes do Estado Islâmico eram os únicos responsáveis.

Patrocinado por Google

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS