HomeÚLTIMASIrãn conclúi exercícios combinados "Grade Profeta 17"

Irãn conclúi exercícios combinados “Grade Profeta 17”

Em 20 de dezembro, o IRGC (Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica) do Irã lançou o exercício ‘Grande Profeta 17’ em cinco dias na região sul do país em Bushehr, Hormozgan, províncias do Khuzistão, águas do Golfo Pérsico e Estreito de Ormuz.

Esse exercício conjunto pode ser considerado até certo ponto o maior exercício envolvendo meios aeroespaciais, terrestres e navais do Irã desde a Revolução Islâmica nos anos 80. E obviamente é um recado claro para Israel, os EUA e seus aliados do Golfo Pérsico nesse período de relações tensas devido à uma sequência de falhas do serviço diplomático do governo Biden somado aos ingerenciamentos da China, que tem interesses em gerar pontos de atrito com os EUA para sua estratégia de expansão política e militar mundial.

De acordo com o General Abbas Nilforooshan, Subchefe de Operações do Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica e porta-voz do exercício do Grande Profeta 17 do IRGC, este exercício foi realizado com o objetivo de aumentar o nível de prontidão de combate do IRGC e com base na simulação de um dos planos ofensivos mais avançados em guerras combinadas e várias condições de guerra adversas e também a híbrida.

Em geral, durante os cinco dias, as forças terrestres, navais e aeroespaciais do IRGC realizaram várias etapas de exercícios navais, terrestres, de drones e de mísseis.

No segundo dia do exercício, unidades de mísseis da costa e lanchas da classe Zulfiqar no mar, disparando simultaneamente cinco mísseis de cruzeiro anti-navio, destruíram alvos predeterminados.

Os drones “Mohajer-6” também destruíram os alvos do inimigo simulado com 100% de precisão, lançando a bomba planadora ar-solo Qaem e o míssil inteligente Almas.Deve-se notar que o tanque Karrar avançado (T72M atualizado) foi entregue às forças terrestres do IRGC e foi usado pela primeira vez neste exercício.

Na fase final do exercício conjunto do Grande Profeta 17, 16 mísseis de Emad, Qadr, Sejjil, Dezful e Zulfaqar e Zelzal foram disparados contra os alvos simulados e destruíram as posições designadas com 100% de precisão. Simultaneamente com o disparo dos mísseis, 10 drones suicidas Shahed-136 da Força Aérea IRGC foram disparados contra os alvos designados.

Um dos destaques da operação foi a utilização de uma réplica da usina nuclear de Dimona, de Israel. A ação foi em resposta às recentes ameaças israelenses contra o Irã. Israel ameaçou o Irã nos últimos meses de bombardear suas instalações nucleares.

Foto de Mohsen Ranginkaman via DEFAPress.ir.

O general Mohammad Bagheri, Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, disse: “Quando 16 mísseis atingem um alvo, é uma pequena parte de centenas de mísseis que podem atingir simultaneamente o país inimigo (Israel) que pretende lutar e atacar a República Islâmica do Irã. A República Islâmica do Irã não aceita essas ameaças e atualmente está negociando com os países para fazer avançar os objetivos do país e não irá tolerar tais ameaças. ”Com relação ao exercício de mísseis, o Irã revelou pela primeira vez a tecnologia de manobra de trajetória exo-atmosférica de suas ogivas para mísseis balísticos de médio alcance Qadr. A tecnologia de manobra de trajetória exoatmosférica, além de aumentar a precisão, a orientação e a manobra do míssil Qadr na atmosfera aumenta sua penetrabilidade contra a defesa antimísseis.

O Brigadeiro General Amir Ali Hajizadeh, comandante da Força Aeroespacial IRGC, disse: “É muito difícil acertar mísseis balísticos para sistemas de defesa e eles podem atingir uma pequena porcentagem dos mísseis. Portanto, as centenas de bilhões de dólares gastos por nossos inimigos são foi e se tornou zero. Conseguimos direcionar mísseis balísticos para se mover e manobrar em diferentes direções, e este fenômeno torna a interceptação do inimigo muito difícil. ”

Apesar da grande vontade do IRGC (Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica) de divulgar o exercìcio, poucas imagens foram divulgadas dos detalhes e o foco principal da divulgação até o momento foram as atividades de disparos de mìsseis, que mostraram imagens realmente impressionantes como podem ser vistas na galeria de imagens abaixo:

Outros videos das atividades aéreas e antiaéreas do exercìcio:

  • Com informações STFH Analisys & Intelligence, DEFAPress.ir e textos parcialmente adaptados do english.iswnews.com, via redação Orbis Defense Europe/Genebra.

Patrocinado por Google

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

Deixe uma resposta


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR 

CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

AGORA!