HomeÁfricaISIS intensifica ataques contra quartéis e bases do Exército Nigeriano

ISIS intensifica ataques contra quartéis e bases do Exército Nigeriano

Em 13 de janeiro, a agência de notícias Amaq do ISIS, divulgou centenas de fotos de um ataque recente da ala do grupo terrorista na África Ocidental, na região que o grupo declara como “a Província do Estado Islâmico da África Ocidental (ISWAP)”, que teve como alvo o Colégio Militar de Tukur Buratai no estado nigeriano de Borno.

Os terroristas do ISWAP invadiram a colagem, localizada perto da cidade de Buratai, na manhã de 10 de janeiro, após breves confrontos com tropas das Forças Armadas da Nigéria (NAF).

“Os combatentes invadiram o pátio da colagem militar à luz do dia e entraram em confronto com as forças militares nigerianas usando armas leves e pesadas e atearam fogo em vários veículos”, diz um relatório divulgado pela Amaq.

De acordo com a Amaq, dez militares da NAF (Forças Armadas da Nigéria) foram mortos e muitos outros ficaram feridos durante os confrontos na colagem militar de Tukur Buratai.

Os terroristas do ISWAP queimaram dois veículos blindados e cinco caminhonetes durante o ataque. Os terroristas também capturaram um veículo 4×4 e três motocicletas. As fotos divulgadas pela Amaq mostram um tanque de batalha T-72M1 de fabricação soviética e um veículo tático blindado Otokar Cobra de fabricação turca aparentemente avariados.

Abaixo algumas imagens das muitas divulgadas dos ataques pela “agência AMAQ ISIS”. Nem todas as imagens podem ser divulgadas pois exibem atrocidades e outros crimes explícitos:

O ataque ao Colégio Militar Tukur Buratai em Borno foi, sem dúvida, uma das maiores operações do ISWAP na Nigéria este ano. Os ataques estão acontecendo quase que diariamente em intensidades variadas desde meados do Natal e estão crescendo a cada dia.

As forças do governo nigeriano têm operado sem parar contra as células ISWAP na região nordeste do país. No entanto, o grupo terrorista continua a expandir sua influência ali, especialmente nos estados de Borno e Yobe, se aproveitando de um estado de aparente incompetência, corrupção e até mesmo de falta de vontade combativa, já que em muitos casos tropas nigerianas em evidente superioridade numérica fogem sem dar o mínimo combate aos grupos de terroristas islâmicos.

Anteriormente em 7 de janeiro, a agência de notícias Amaq do ISIS divulgou fotos de um recente ataque da ala do grupo terrorista na Nigéria, o Estado Islâmico – Província da África Ocidental (ISWAP).

Outro ataque, ocorrido em 3 de janeiro, teve como alvo uma base das Forças Armadas da Nigéria (NAF) localizada perto da cidade de Gombi, no estado de Borno, no nordeste do país. Os terroristas do ISWAP conseguiram invadir a base após pequenos confrontos.

De acordo com a Amaq, dois membros do serviço da NAF foram mortos no ataque. Antes de se retirar, os terroristas do ISWAP incendiaram a base.

No mesmo dia, terroristas do ISWAP invadiram um acampamento da NAF localizado na cidade de Marti, em Borno, após um ataque bem-sucedido com um dispositivo explosivo improvisado em um veículo suicida. A Amaq compartilhou fotos do ataque em 5 de janeiro.

O ISWAP continua a espalhar sua ideologia radical com muito sucesso na região nordeste da Nigéria, principalmente nos estados de Borno e Yobe, se aproveitando do estado de pobreza e ausência do poder do estado nigeriano.

A insurgência do grupo terrorista na região provavelmente não terminará tão cedo. As forças do governo nigeriano parecem ser incapazes de enfrentar o grupo terrorista, especialmente nas áreas que fazem fronteira com o Lago Chade.

Em 24 de novembro de 2021, a Amaq, agência de notícias oficial do ISIS, divulgou fotos de um recente ataque da ala do grupo terrorista na África Ocidental, o Estado Islâmico – Província da África Ocidental (ISWAP).

O ataque, ocorrido em 26 de dezembro, teve como alvo uma base das Forças Armadas da Nigéria (NAF) na cidade de Boni Yadi, na província de Yobe, no nordeste da Nigéria.

No decorrer do ataque, terroristas do ISWAP invadiram a base depois de matar pelo menos dez funcionários da NAF e ferir vários outros. O terrorista usou armas pesadas, incluindo um obus de pacote OTO Melara Mod 56 de 105 mm montado em caminhão.

Os terroristas incendiaram toda a base antes de recuar. Eles também queimaram três veículos blindados, incluindo um Mowag Piranha I 6×6, de fabricação suíça, que foram deixados para trás pelas tropas nigerianas.

As células do ISWAP intensificaram suas operações no nordeste da Nigéria, principalmente nas províncias de Borno e Yobe, no segundo semestre de 2021.

As forças do governo nigeriano têm operado sem parar contra o ISWAP. No entanto, muito pouco foi alcançado, até agora. O grupo terrorista continua a espalhar sua ideologia radical na região nordeste com muito sucesso.

  • Com informações STFH Analysis & Intelligence, AMAQ ISIS, France Inter e France 24, via redação Orbis Defense Europe/Genebra.

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

AGORA!