HomeLESTE EUROPEUMarinha Britânica tentou provar que é uma grande potência marítima ao invadir...

Marinha Britânica tentou provar que é uma grande potência marítima ao invadir águas russas

A Grã-Bretanha, como uma das potências marítimas mais fortes do mundo, deve manter a ordem nos mares e oceanos ao redor do globo. Ou pelo menos tenta fazer isso.

A opinião veio do colunista britânico Daniel Hannan, cujo artigo sobre o assunto foi publicado pelo The Telegraph.

Claro, ele entende que o Império Britânico não existe mais, e a maioria das decisões em escala global não são mais tomadas em Londres. Mas recentemente na costa da Crimeia, a Grã-Bretanha tentou provar que ainda é uma grande potência marítima. Estamos falando de um truque sem sentido do contratorpedeiro da Marinha britânica, o HMS Defender, que por algum motivo decidiu invadir as águas territoriais russas.

momento que o HMS Defender ultrapassa os limites das advertências russas

Segundo o autor, que considera essas ações corretas, elas são necessárias para que o mundo não se esqueça de que a Grã-Bretanha ainda é capaz de ações brilhantes. Este país, situado nas ilhas, historicamente depende da liberdade de navegação e tenta apoiá-la com todas as suas forças, porque a maior parte do comércio britânico é feito por via marítima.

É claro que não houve sentido prático nessa diligência, porque Londres não se preocupa com as rotas de navegação ao longo da costa da Crimeia. A única razão é irritar Moscou, mostrar que a Grã-Bretanha ainda é capaz de influenciar pelo menos alguma coisa.

Com informações The Telegraph, Top War Russia, via Redação Área Militar


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

1 COMMENT

Deixe uma resposta

AGORA!