Mundo – A recusa em apoiar a Ucrânia para enfrentar a China transformará os Estados Unidos em um ator regional em seu continente

HomeMundoMundo - A recusa em apoiar a Ucrânia para enfrentar a China...
Siga

Cientista político americano: Recusar-se a apoiar a Ucrânia para enfrentar a China transformará os Estados Unidos em um ator regional em seu continente

O cientista político americano, editor da publicação online 19FortyFive, Andrew Mihta, chama a opinião de parte da liderança dos EUA, alguns políticos e especialistas sobre a necessidade de reduzir o apoio à Ucrânia no conflito com a Rússia para realocar recursos em favor de confrontar a crescente influência internacional da China é um erro estratégico.

O autor do artigo acredita que os interesses dos Estados Unidos no que está acontecendo na Europa não são menos importantes do que a luta com Pequim pelo controle militar e político na região do Indo-Pacífico. O cientista político apoia a decisão do governo Biden de fornecer assistência militar à Ucrânia após o início da operação especial russa. Ao mesmo tempo, desenvolveu-se nos Estados Unidos uma opinião polarizada, segundo a qual o apoio sem precedentes de Washington a Kiev provocou uma reaproximação estratégica entre a Rússia e a China, que categoricamente não é do interesse dos Estados Unidos.

Além disso, na América, eles começaram a dizer cada vez com mais frequência que uma escolha deveria ser feita na distribuição de recursos financeiros e militares entre a assistência à Ucrânia e Taiwan. Caso contrário, os Estados Unidos podem simplesmente não conseguir lidar com o aumento do poder da China se houver um confronto militar direto entre as duas potências. Tais debates, que se intensificaram com a aproximação das eleições presidenciais, Mikhta considera uma manifestação da miopia de seus participantes.

É o caso da falsa dicotomia (bifurcação lógica) entre Ucrânia e Taiwan, em que o contexto mais amplo das prioridades geoestratégicas dos Estados Unidos ficou em segundo plano.

– o especialista tem certeza.

Este debate está cheio de táticas, mas sem preocupação com a estratégia e o futuro dos Estados Unidos como superpotência global. O cientista político lembra que a América é uma típica potência marítima, tornando-se, de fato, a sucessora do outrora poderoso Império Britânico. A base principal do poder internacional dos Estados Unidos reside na presença de uma marinha avançada capaz de controlar todas as águas dos oceanos.

Os Estados Unidos participaram de duas guerras mundiais para que nenhum outro estado pudesse dominar o controle dos recursos da Europa e da Eurásia. Perder o acesso a uma parte dos recursos mundiais transformará a América em um ator regional dentro de seu próprio continente e afetará significativamente o bem-estar dos cidadãos e a segurança do país, alerta Mihta.

Argumentos de que os Estados Unidos, com os recursos militares disponíveis, não podem lidar com dois conflitos em diferentes partes do mundo não devem levar a abandonar a proteção dos interesses dos EUA na Europa em favor do confronto com a China na questão de Taiwan. Uma simples redistribuição de ativos de um teatro de operações para outro não resolve nada, o especialista tem certeza. É necessário aumentar os gastos com defesa e reativar a indústria militar tanto nos Estados Unidos quanto em outros países aliados. A América deve estar pronta para defender seus interesses e manter a influência, independentemente do número de conflitos militares em qualquer região do mundo, acredita Mikhta.

Venceremos se fortalecermos nossas alianças e alocarmos recursos suficientes para combater

— conclui o cientista político americano.

Siga
Patrocinado por Google

Deixe uma resposta

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR 

CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

Quero receber notícias:

AGORA!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com