HomeEuropaNavios da Guarda Costeira Turca provocam quase colisões com embarcações da Frontex

Navios da Guarda Costeira Turca provocam quase colisões com embarcações da Frontex

Incidentes considerados “gravíssimos” causados pela Guarda Costeira Turca violaram os regulamentos internacionais marítimos, envolvendo atritos entre navios e outras embarcações da Guarda Costeira Turca e da Agência Europeia da Guarda Costeira e de Fronteiras, a Frontex. Os incidentes aconteceram em 26 e 27 de abril, mas somente agora confirmados pela Frontex.

Os incidentes ocorreram na ilha de Chios, no leste do Mar Egeu, quando os navios da Guarda Costeira turca violaram as águas territoriais gregas e fizeram manobras perigosas muito perto de barcos finlandeses e suecos que patrulhavam o leste do Egeu sob a ação das operações de vigilância de fronteira “Poseidon” da Frontex.

Da parte da Guarda Costeira Turca, não existe um comunicado oficial sobre o incidente, mas de acordo com informes de veículos de imprensa da Turquia, a Guarda Costeira Turca acusa os navios da Frontex de provocar as situações de colisão em águas internacionais (?!?) no Mar Egeu.

Autoridades de ambos os países descreveram os dois incidentes como “muito graves” e informaram o chefe da Frontex, Fabrice Lazeri, a vice-presidente da Comissão Europeia, Margaritis Schinas, e a comissária de migração Ylva Johansson.

Segundo fontes confiáveis de marinheiros de embarcações civis que testemunharam os fatos, o primeiro dos dois eventos ocorreu na noite de 26 de abril na zona marítima de Chios, quando um navio da Guarda Costeira turca entrou nas águas territoriais gregas e estava em rota de colisão com o navio finlandês.

Fontes dos profissionais marítimos da região disseram ao Kathimerini que o barco turco estava com as luzes de navegação apagadas, enquanto o navio da Frontex estava com as luzes acesas e quase imóvel.

O segundo incidente ocorreu algumas horas depois na mesma área. Especificamente, na manhã de 27 de abril, um navio da Guarda Costeira turca novamente entrou nas águas territoriais gregas e conduziu movimentos ameaçadores em direção a um barco de patrulha da Guarda Costeira sueca. O capitão do barco sueco conseguiu manobrá-lo para evitar uma possível colisão.

Os oficiais da Guarda Costeira Helénica que testemunharam estes dois incidentes informaram imediatamente a liderança da Frontex.

De acordo com outras testemunhas e fontes dos profissionais marítimos internacionais que trabalham no Mar Egeu, as ações de provocação da Guarda Costeira Turca tem como objetivo tirar a atenção dos navios da Frontex e da Guarda Costeira Turca para facilitar a passagem de outras embarcações com imigrantes clandestinos/Ilegais para o território grego.

Uma fonte disse que Lazeri levantou preocupações sobre a segurança dos navios da Frontex que patrulham o Mar Egeu oriental após os recentes acontecimentos. Ele observou que as tripulações dos navios da Frontex que operam na área no âmbito da Operação Poseidon devem avaliar constantemente a situação, visto que os navios turcos são imprevisíveis e agem de maneira intencionalmente provocativa.

Embarcações da Guarda Costeira Turca já foram flagrados e fotografados transportando grande quantidade de imigrantes ilegais para o litoral de diversas ilhas gregas, porém a Guarda Costeira Turca nega o fato e afirma que na realidade estavam resgatando esses imigrantes ilegais de embarcações de risco de afundamento e os transportando para locais seguros em terra.

Fonte: https://www.dailysabah.com/politics/turkey-rescues-40-migrants-pushed-by-greek-coast-guard/news?gallery_image=undefined#big

Abaixo, um dos muitos vídeos de embarcações da Guarda Costeira Turca provocando quase colisões contra embarcações de pescadores gregos no Mar Egeu, situação que já se tornou constante na região:

  • Com informações Frontex, Kaliminos News, ekathimerini.com, STF Analysis & Intelligence e France 24, via redação Orbis Defense Europe.


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!