HomeEUAO Agente Chinês que se declarou culpado em Tribunal Americano de Boston

O Agente Chinês que se declarou culpado em Tribunal Americano de Boston

O réu conspirou com a Universidade Militar Chinesa na lista de entidades do Departamento de Comércio

Um cidadão chinês se declarou culpado hoje no tribunal federal de Boston em conexão com a compra ilegal e a exportação ilegal de US$ 100.000 em mercadorias de origem americana para a Northwestern Polytechnical University (NWPU), uma universidade militar chinesa que está fortemente envolvida em pesquisa militar e trabalha em estreita colaboração com o Exército de Libertação Popular sobre o avanço de suas capacidades militares.

Businessman to Admit Smuggling Marine Tech to China - WSJ

De acordo com os documentos do tribunal, Shuren Qin, 44, um cidadão chinês residente em Wellesley, Massachusetts, foi admitido nos Estados Unidos por meio do Programa de Visto de Investidor Imigrante EB-5 em 2014 e estabeleceu a LinkOcean Technologies, LTD, que ele usava para importar mercadorias e tecnologia com aplicações subaquáticas e marítimas na República Popular da China (RPC) direto dos Estados Unidos, Canadá e Europa.

No dia 28 de abril, Qin se declarou culpado de uma acusação de conspiração para exportar itens ilegalmente dos Estados Unidos para a Universidade Militar Chinesa (NWPU) sem primeiro obter as licenças de exportação exigidas; uma acusação de fraude de visto; duas acusações de fazer declarações falsas a agentes da lei sobre seus clientes e os tipos de peças que ele fez com que fossem exportados dos Estados Unidos para a China; quatro acusações de lavagem de dinheiro; e duas contagens de contrabando de hidrofones dos EUA para a RPC.

“Qin aproveitou o mercado aberto nos Estados Unidos para comprar tecnologias sensíveis para Northwestern Polytechnical University”, disse o procurador-geral adjunto John C. Demers para a Divisão de Segurança Nacional do Departamento de Justiça.

Associated Press

“Além disso, ele mentiu em seu pedido de visto e para os funcionários da alfândega dos EUA. Quando os indivíduos perseguem ilegalmente o lucro pessoal às custas da segurança nacional dos EUA, o Departamento de Justiça Americano interromperá tal conduta e punirá os envolvidos”.

General Dynamics

“A República Popular da China tem um apetite insaciável pelos produtos e tecnologias mais sensíveis do nosso país – particularmente aqueles com aplicações militares”, disse o procurador em exercício dos Estados Unidos, Nathaniel R. Mendell, do Distrito de Massachusetts.

“Exportando produtos essenciais de guerra anti-submarina para uma universidade militar chinesa, o Sr. Qin criou uma ameaça à nossa segurança nacional e infringiu a lei. Isso justifica um processo federal, sem dúvida. ”

NOAA Ocean Explorer: Sounds of the Southern Ocean
Hidrofones. NOAA/Vents-Ocean Explorer

A NWPU está envolvida no desenvolvimento de veículos aéreos não tripulados, veículos subaquáticos autônomos e projetos de proliferação de mísseis.

Desde 2001, o Departamento de Comércio dos Estados Unidos (DOC) designou o NWPU em sua Lista de Entidades por motivos de segurança nacional. Qin comunicou-se e recebeu ordens de compra da NWPU para obter itens usados ​​para a guerra anti-submarina.

Entre julho de 2015 e dezembro de 2016, Qin fez com que pelo menos 60 hidrofones (dispositivos usados ​​para detectar e monitorar o som subaquático) fossem exportados dos Estados Unidos para NWPU sem obter as licenças de exportação exigidas do Departamento de Comércio dos EUA.

Qin e sua empresa, LinkOcean, fizeram isso ocultando do fabricante americano dos hidrofones que a NWPU era o verdadeiro usuário final e fazendo com que informações falsas do usuário final fossem arquivadas no governo dos EUA.

Além disso, em quatro ocasiões em conexão com a exportação de hidrofones para NWPU, Qin se envolveu na lavagem de dinheiro ao transferir ou causar a transferência de mais de US$ 100.000 de contas bancárias chinesas para contas bancárias localizadas nos Estados Unidos com a intenção de promover e facilitar o seu regime de exportação ilegal.

As aventuras ilegais de Qin não param por ai, em julho de 2016, Qin se envolveu em fraude de visto em conexão com seu pedido para remover as condições de seu status de residente permanente nos EUA (Formulário I-829), certificando falsamente que não cometeu nenhum crime pelo qual não foi preso desde que se tornou um residente permanente condicional quando, de fato, ele havia causado a exportação ilegal de hidrofones em 2015.

anti-submarine warfare (ASW) sonobuoys multistatic | Military & Aerospace Electronics

Além disso, Qin fez declarações falsas a agentes federais em duas ocasiões sobre os clientes da LinkOcean e suas atividades de exportação. Especificamente, durante uma entrevista em novembro de 2017 com oficiais da Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP), Qin afirmou falsamente que ele apenas exportou instrumentos que se prendem a uma boia.

No entanto, Qin havia exportado e causado a exportação de sistemas de sonar de varredura lateral operados remotamente, veículos subaquáticos não tripulados, veículos de superfície não tripulados, barcos robóticos e hidrofones.

RSG, PT Dirgantara Indonesia Team Up to Deliver Advanced Anti-Submarine Warfare (ASW) Platform for the Indonesian Armed Forces - Rotorcraft Services Group

Os itens que Qin escondeu do CBP durante esta entrevista têm aplicações militares e vários desses itens foram entregues a usuários finais militares na China.

Por volta de 21 de julho de 2018, Qin mentiu para os investigadores quando afirmou que não tinha nenhum cliente na Lista de Entidades do Departamento de Comércio Americano (DOC) quando tinha pelo menos dois desses clientes – a NWPU e a Universidade Nacional de Tecnologia de Defesa (NUDT).

A NUDT foi designada na Lista de Entidades do DOC e está envolvida na modernização das forças armadas da China.

Antes de entrar em sua confissão de culpa, Qin agiu para suprimir as evidências apreendidas de seu laptop e iPhone durante uma busca na fronteira e declarações que fez a oficiais da Alfândega e Proteção de Fronteiras em novembro de 2017.

Glimpse of underwater drone 'signals China is ramping up anti-submarine powers'
Handout

O juiz Casper descobriu que a “Marinha chinesa” era um dos clientes de Qin de acordo com o site do LinkOcean e quando a busca na fronteira ocorreu, os agentes testemunharam que estavam “preocupados que Qin estivesse envolvido como agente de serviço em nome da Marinha chinesa para adquirir itens dos Estados Unidos, exportá-los para a China para que pudessem ser usados ou incorporados em sistemas que a Marinha chinesa ou institutos de pesquisa estavam desenvolvendo para serem usados ​​em guerra eletrônica, guerra anti-submarina”.

Navy Orders 20,000 SSQ-125 Sonobuoys - Seapower
Sonobuoys equipando um P-8A Poseidon. U.S. Navy/ Mass Communication Specialist 2nd Class Austin Ingram

No final do verão de 2017, os investigadores descobriram que Qin estava interessado em adquirir AUVs e sonobuoys, o que levantou preocupações para os agentes, pois eles descobriram que a Ultra Electronics estava, ao mesmo tempo, desenvolvendo “um AUV que trabalhava em conjunto com sonobuoy … estritamente para uso militar pela Marinha dos Estados Unidos”.

Why China's New WZ-8 Hypersonic Surveillance Drone is Very Bad News for the U.S. Navy

Qin também mentiu quando questionado durante a inspeção secundária na fronteira sobre os tipos de peças que exportou, ocultando seu “interesse em adquirir sistemas de sonar de varredura lateral, AUVs e sonobuoys”.

As acusações da justiça americana contra Qin irão gerar as seguintes penas e multas:

  • A acusação de conspiração para violar as leis de exportação dos EUA prevê uma pena de até 20 anos de prisão, três anos de libertação supervisionada e uma multa de US$ 1 milhão.
  • As acusações de fraude de visto e contrabando preveem uma pena de até 10 anos de prisão, três anos de libertação supervisionada e uma multa de US$ 250.000.
  • A acusação de fazer declarações falsas prevê pena de até cinco anos de prisão, três anos de libertação supervisionada e multa de US$ 250.000.
  • A acusação ou lavagem de dinheiro prevê pena de até 20 anos de prisão, cinco anos de libertação supervisionada e multa de US$ 500.000.

As sentenças são impostas por um juiz do tribunal distrital federal com base nas Diretrizes de Sentenciamento dos EUA e outros fatores estatutários.

Businessman Qin Shuren admits smuggling US marine tech to China | South China Morning Post

O procurador assistente dos EUA, B. Stephanie Siegmann, chefe da Unidade de Segurança Nacional de Mendell, e o procurador assistente dos EUA Jason Casey, também da Unidade de Segurança Nacional, estão processando o caso. Valiosa assistência foi prestada pela Divisão de Segurança Nacional do Departamento de Justiça ao levantar e coletar todas as evidências possíveis contra um agente frio e calculista chinês em solo americano.

U.S. Department of Justice, via Redação Área Militar


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!