HomeCiência e TecnologiaPentágono quer implantar integração de rede 5G comercial em sistemas táticos diversos

Pentágono quer implantar integração de rede 5G comercial em sistemas táticos diversos

O Departamento de Defesa dos EUA (DOD) está explorando tecnologias potenciais que permitiriam às Forças Armadas dos EUA colocar em campo redes táticas avançadas integradas a redes de comunicações 5G desenvolvidas comercialmente, conectadas por hubs e links de retransmissão via radiofrequências diversas.

O programa Beyond 5G Integrated Tactical Communication Networks está focado em alavancar recursos de dispositivo a dispositivo (D2D) ou sidelink inerentes a aplicativos 5G comerciais e militares, para “oferecer várias novas opções arquitetônicas e oportunidades de design de sistema”, para futuros sistemas de rede tática, de acordo com um pedido de solução (RFS) emitido pelo Pentágono.

Os funcionários do DOD estão prontos para revisar e selecionar as ofertas de protótipos da indústria para o programa até o final de junho, de acordo com o RFS emitido em 25 de maio.

Os recursos críticos que estão sendo procurados no RFS incluem o desenvolvimento de acesso de rede de usuário final a infraestruturas de comunicação terrestres e aéreas por meio de “dispositivos habilitados para 5G comerciais diretos”, capazes de receber e transmitir dados de internetwork por meio de interfaces de rádio 5G e não 5G entre domínios, funcionários do programa disseram. No desenvolvimento de um elemento de nó aéreo (air-based relay nodes), os funcionários do departamento desejam explorar duas variantes da capacidade.

Empresas já trabalham e concorrem para oferecer soluções aos projetos militares

Como um dos importantes padrões sem fio da próxima geração, o 5G tem o potencial de revolucionar as comunicações táticas. Mas isso exigirá experimentação e cooperação do governo e da indústria, de acordo com especialistas.

Mas os benefícios são potencialmente enormes, especialmente para bandas de baixa e média frequência de rádio, incluindo taxas de dados mais rápidas, maior capacidade, conexões rápidas de estações base para usuários, maior densidade de dispositivos/usuários, segurança mais forte, capacidade de estender a conectividade a locais remotos , usando frequências de banda mais baixas e fatiamento de rede que permite que várias redes sejam criadas sobre uma infraestrutura de transporte de informações físicas comum.

Para o setor comercial e o mercado consumidor, esses são incentivos poderosos. Para os militares dos EUA, eles são cruciais para o desenvolvimento de capacidades como a iniciativa Joint All-Domain Command and Control (JADC2), que busca criar uma cadeia de comunicações estreita que forneça capacidades de precisão de longo alcance em minutos em vez de horas.

De acordo com muitos fabricantes de sistemas, o 5G cria a “consciência situacional e visibilidade em toda a linha, onde você precisa se ver, ver seu inimigo e ver seus alvos” “O 5G pode permitir que você traga ainda mais consciência situacional, posição, localização e informações na borda para criar essa verdadeira imagem operacional comum.” O transporte rápido de informações e dados entre domínios é fundamental para o avanço do JADC2. A largura de banda 5G e a inclusão de redes de satélite podem aprimorar as operações C2 e aumentar a consciência situacional do combatente.

Os vários casos de uso para 5G em aplicação militar:

– Postos de comando ágeis para operações móveis
– Fogos rápidos e de longo alcance integrados
– Sustentação em movimento para manter os suprimentos fluindo para onde são necessários
– Capacidade de taxa de transferência aprimorada para permitir a transmissão de imagens 4K de alta resolução
– Melhores datalinks para operar veículos não tripulados e facilitar a formação de equipes tripuladas/não tripuladas
– Comunicações de latência ultrabaixa para treinamento em realidade virtual, operações de missão e telemedicina

Isso cria um campo particularmente promissor para empresas menores e ágeis que podem desenvolver rapidamente soluções para o governo. “Vai exigir, em muitos casos, que as soluções comerciais venham em primeiro lugar.

Como acontece com qualquer nova tecnologia promissora, fazer o 5G funcionar para comunicações táticas levará tempo e esforço. Por exemplo, hardware e software personalizados do DOD precisarão ser projetados e construídos, o que é especialmente desafiador em meio à escassez da cadeia de suprimentos.

Hoje, o 5G é oferecido pelos principais provedores sem fio em algumas partes dos EUA, principalmente para espectro de banda baixa e média. Mas e as forças americanas operando no exterior, sem o benefício da vasta infraestrutura comercial sem fio que os consumidores americanos esperam?

O Departamento de Defesa também terá que abordar a questão da alocação de espectro, especialmente devido aos requisitos de banda C do 5G, para evitar conflitos com radares militares e outros dispositivos de RF. E o 5G militar também deve contar com a inevitável ameaça de interrupção por ataques cibernéticos e guerra eletrônica. “Ele precisa ser criptografado ao máximo, protegido, monitorado e resiliente para poder operar nesses ambientes desafiadores”, disse Monk.

Uma das maiores questões é como tornar o 5G compatível com as comunicações táticas existentes.

Em última análise, o 5G tem o potencial de melhorar muito a capacidade das forças armadas dos EUA de exercer comando e controle, localizar alvos para disparos rápidos de longo alcance e comunicações robustas e seguras. O 5G é apenas uma parte do mosaico de comunicações.

  • Com informações Viasat, Polygonon Journal, Thales Group, Jane’s Defense UK, via redação Orbis Defense Europe.

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

Deixe uma resposta


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

AGORA!