HomeBrasilPolícia Civil fecha cerco e procurado por participação de explosão a caixa...

Polícia Civil fecha cerco e procurado por participação de explosão a caixa eletrônico é capturado

O homem acabou se entregando no 11º DP (Santo Amaro) após diversas diligências realizadas para encontrá-lo. Ele é suspeito de participação em roubo a banco na cidade de Criciúma

A Polícia Civil de São Paulo prendeu, na tarde dessa sexta-feira, 30 de abril, um indivíduo de 26 anos, suspeito de participar de roubo a caixa eletrônico e procurado pela Justiça por tráfico de drogas e porte de munição restrita. O homem é suspeito de integrar uma quadrilha que praticou roubo a banco na cidade de Criciúma, no Estado de Santa Catarina.

A ação foi deflagrada por equipes CERCO (Central Especializada de Repressão a Crimes e Ocorrências) da 6ª Seccional, que investigavam uma organização criminosa na zona sul da capital por explosão a caixas eletrônicos.

Assalto Criciúma
Malotes de dinheiro que foram abandonados após ataque na cidade de Criciúma/Guilherme Hahn/4Oito

O último dia 28 de abril, os agentes realizaram diversas diligências para capturar o procurado e, diante do cerco fechado contra ele, o mesmo acabou se apresentando no 11º DP (Santo Amaro).

Os policiais da Cerco passaram a investigar o ajudante depois que, em novembro do ano passado, a equipe do 25º DP (Parelheiros) recebeu uma denúncia de que havia uma residência sendo mantida como esconderijo para munições, explosivos e drogas de uma quadrilha que roubou um banco em Criciúma.

No local, os policiais encontraram a companheira do ajudante, que foi presa em flagrante. Ele conseguiu fugir. A autoridade policial pediu a prisão preventiva dele, que foi decretada pela Justiça. Ele também foi indiciado por organização criminosa e está à disposição da Justiça.

Assalto a banco em Criciúma: entenda como estão as investigações após 16  pedidos de prisão preventiva | Santa Catarina | G1

O Assalto

Uma quadrilha sitiou o Centro de Criciúma, no Sul de Santa Catarina, para assaltar um banco entre o fim da noite desta segunda-feira (30) e início da madrugada de 1º de dezembro de 2020. O grupo fortemente armado invadiu a tesouraria regional de um banco, provocou incêndios, bloqueou ruas e acessos à cidade, usou reféns como escudos e atirou várias vezes.

Assessoria de Imprensa e Comunicação da Secretaria da Segurança Pública de São Paulo, vida Redação Área Militar


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!