HomeIrãPorta-voz do Irã está otimista com as negociações nucleares

Porta-voz do Irã está otimista com as negociações nucleares

O porta-voz do governo iraniano, Ali Rabiei, disse na terça-feira que está otimista com o fato de Teerã chegar a um acordo em breve nas negociações com potências mundiais para reativar um acordo nuclear de 2015, embora o principal negociador do Irã tenha alertado que questões sérias permanecem

O Irã e as potências globais têm negociado em Viena desde abril para definir as medidas que Teerã e Washington devem tomar em sanções e atividades nucleares para retornar ao cumprimento total do pacto nuclear do Irã de 2015 com potências mundiais.

“Foram alcançados acordos gerais sobre as principais disputas. Sobre o levantamento das sanções, os casos restantes são muito menores e, dado o processo de negociação, estamos otimistas sobre a resolução dos casos menores e práticos restantes”, disse Rabiei em entrevista coletiva transmitida em um site administrado pelo estado.

O principal negociador do Irã, Abbas Araqchi, no entanto, adotou uma postura mais cautelosa ao falar após o início da última rodada de negociações na terça-feira.

“Muitas delegações esperam que esta seja a última rodada de negociações… mas é preciso ter cautela”, disse Araqchi após a reunião das demais partes do acordo – Irã, Rússia, China, França, Grã-Bretanha e Alemanha.

“As questões que ainda restam para finalização e tomada de decisão estão entre as importantes, mas seu número diminuiu”, disse ele à TV estatal.

A caminho das negociações, o enviado especial dos EUA para o Irã, Robert Malley, disse no Twitter: “A última rodada de negociações foi construtiva e registrou um progresso significativo. Mas ainda há muito trabalho a ser feito”.

Washington retirou-se do acordo em 2018, o que levou o Irã a ultrapassar os limites do acordo sobre seu programa nuclear projetado para dificultar o desenvolvimento de uma bomba atômica – uma ambição que Teerã nega.

Na semana passada, o presidente iraniano, Hassan Rouhani, disse que as sanções ao petróleo, transporte marítimo, petroquímica, seguros e ao banco central foram abordadas nas negociações, embora diplomatas europeus tenham dito que o sucesso não está garantido e que questões muito difíceis permanecem.

As sanções dos EUA provavelmente serão um grande problema na campanha para as eleições presidenciais do Irã em 18 de junho.

A TV estatal noticiou na terça-feira que o órgão eleitoral do Irã aprovou a candidatura de apenas sete candidatos, excluindo os rivais moderados mais proeminentes do chefe do judiciário linha-dura Ebrahim Raisi na eleição. Os radicais dizem que não se pode confiar em Washington para respeitar qualquer acordo nuclear.

-Reuters, via Redação Área Militar


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!