HomeExercícios MilitaresPresidente Putin supervisionará exercícios de mísseis balísticos russos

Presidente Putin supervisionará exercícios de mísseis balísticos russos

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, supervisionará pessoalmente os exercícios militares das forças que operam mísseis balísticos e de cruzeiro neste sábado, anunciou o Ministério da Defesa na sexta-feira.

As Forças Aeroespaciais e as Forças de Foguetes Estratégicos participarão do que os militares descreveram como exercícios estratégicos de dissuasão.

O Distrito Militar do Sul das forças terrestres se juntará às frotas da Marinha do Norte e do Mar Negro nos lançamentos de mísseis.

A agência de notícias estatal TASS citou o Ministério da Defesa dizendo que as manobras já estavam “planejadas com antecedência” desde o ano passado.

Questionado sobre se os exercícios militares russos estão aumentando as tensões, o Kremlin disse na sexta-feira que os exercícios são “absolutamente transparentes”.

O porta-voz Dmitry Peskov acrescentou que os exercícios com mísseis balísticos acontecem regularmente e não são motivo de preocupação, sendo que o último exercícios desse tipo que aconteceram em 2019 e 2020 também contou com a presença do Presidente Putin.

Os lançamentos de mísseis de sábado seguirão uma série de declarações russas de que estava retirando algumas de suas tropas e tanques de perto da fronteira com a Ucrânia, depois que sua concentração de tropas provocou a maior crise com o Ocidente desde a Guerra Fria.

Os governos ocidentais contestaram as alegações da Rússia, dizendo que seus militares estavam, na verdade, aumentando sua presença perto da Ucrânia, em vez de reduzi-la.

Os Estados Unidos continuam cm a narrativa que a Rússia está prestes a desencadear um ataque militar maciço contra a Ucrânia, rejeitando a alegação de Moscou de estar retirando forças. Dessa vez a nova previsão de invasão seria do dia 20 de fevereiro.

A Rússia nega qualquer plano de invadir a Ucrânia, mas alertou na quinta-feira sobre “medidas técnico-militares” se suas demandas de longo alcance por uma retirada dos EUA e da OTAN da Europa Oriental não forem atendidas.

As tensões foram exacerbadas pelos jogos de guerra conjuntos da Rússia na Bielorrússia, cujo líder Alexander Lukashenko estava em Moscou na sexta-feira para conversar com Putin.

Mais tarde na sexta-feira, Putin anunciou que Lukashenko se juntaria a ele nos exercícios de mísseis de sábado.

Combates esporádicos continuam sendo comuns no leste da Ucrânia, e o Exército ucraniano acusou os separatistas pró-Rússia de dezenas de violações do cessar-fogo na quinta-feira, a maioria deles usando armas pesadas.

  • Com informações Russian Federation MoD, France Inter e TASS via redação Orbis Defense Europe/Genebra/Paris.

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

Deixe uma resposta


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

AGORA!