HomeOriente-médioPrimeiros confrontos entre Talebãs e resistência popular Afegã

Primeiros confrontos entre Talebãs e resistência popular Afegã

Na quarta-feira (18), o Talibã metralhou centenas de manifestantes na província de Nangarhar, que apoiavam o mantenimento da bandeira nacional, que está sendo trocada pela bandeira do “novo Talebã”. O ataque provocou mortos e feridos em quantidade ainda desconhecida. Vídeos nas redes sociais mostram pessoas correndo, tentando fugir de disparos do Talibã na província afegã de Nangarhar.

O Ministério da Saúde local divulgou mais tarde que pelo menos duas pessoas morreram e 12 ficaram feridas em resultado dos disparos contra os manifestantes. Pelo menos três pessoas morreram durante os protestos, de acordo com a agência Reuters.

Os terroristas islâmicos do Talebã agora no poder, efetuando papel de polícia, informaram que os civis afegãos devem entregar suas armas e munições aos membros autorizados do Talibã, adicionando que qualquer queixa de civis contra combatentes talibãs será investigada para posterior punição. Porém os relatos são de violências desmedidas e até de execuções sumárias.

De outro lado são relatadas informações sobre levantes populares de grupos de resistência que já combatiam junto com as tropas regulares enquanto os EUA ainda estavam apoiando as tropas regulares do governo deposto do Afeganistão.

Essas milícias populares ainda possuem muitas armas, muita munição, equipamentos de comunicações e treinamento militar fornecido pelos EUA, porém não possuem mais a mesma estrutura de suporte para garantir alguma sustentação do combate por longo tempo, o que evidencia uma resitência que certamente será de curta duração, mesmo inflingindo uma derrota temporária aos Talebans em algumas regiões.

Porém existem relatos de que pelo menos uma milícia popular teria inflingido uma derrota aos Talebãns na região de Sharikar na província de Parvan nessa terça dia 18/08.

O vice-presidente do Afeganistão, Amrullah Saleh, disse nesta terça-feira que é o “legítimo presidente encarregado” do país, após a tomada de poder pelo Talibã e o presidente Ashraf Ghani deixar o país.

“De acordo com a constituição do Afeganistão, na ausência, fuga, renúncia ou morte do presidente, o primeiro vice-presidente se torna o presidente encarregado”, afirmou Saleh em mensagem publicada em inglês no seu perfil no Twitter. “No momento estou dentro do meu país e sou o legítimo presidente encarregado. Estou em contato com todos os líderes para garantir o seu apoio e consenso”, continuou.

Saleh havia afirmado na semana passada, após uma reunião de segurança com o então presidente Ghani que estava “orgulhoso” pelas forças armadas e o governo e que faria o possível para manter a resistência ao Talibã. O presidente Ghani deixou o país em meio à ofensiva do grupo extremista e seu paradeiro é desconhecido.

“Não decepcionarei as milhões de pessoas que me escutaram. Nunca estarei debaixo do mesmo teto que os talibãs. Nunca”, afirmou o vice-presidente no domingo.

Saleh estaria no vale do Panjshir, ao noroeste de Cabul, a última região que não está sob o controle do Talibã.

Abaixo, alguns vídeos sobre os acontecimentos em português:

Com informações Fox News, CBS News, France 3, Reuters, STFH Analysis & Intelligence via redação Orbis Defense Europe/Genebra.


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!