Putin diz que quase 700 mil soldados russos lutam na Ucrânia

O presidente russo, Vladimir Putin, disse na televisão na sexta-feira que quase 700 mil russos estão lutando na Ucrânia.

“Na zona da nossa operação militar especial há quase 700 mil pessoas”, disse Putin durante uma reunião televisionada com participantes condecorados da ofensiva.

Em Dezembro, na sua conferência de imprensa de fim de ano, Putin referiu o número de 617 mil participantes na guerra na Ucrânia. Ele disse que desses, 244 mil foram mobilizados.

O último número sobre o número de tropas surge depois de a Rússia ter lançado, em Maio, um grande ataque terrestre na região nordeste de Kharkiv, na Ucrânia.

Moscovo raramente fala sobre as perdas que sofreu durante a guerra, que ainda chama de “operação militar especial”.

A última vez que divulgou um número oficial foi em setembro de 2022, quando afirmou que 5.937 soldados foram mortos em combate.

Mas várias análises e avaliações independentes realizadas por serviços de inteligência ocidentais estimam que as mortes russas chegam a dezenas de milhares.

A Rússia tem uma vantagem em termos de mão de obra sobre a Ucrânia no campo de batalha.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, reconheceu problemas com pessoal e “moral” nas fileiras frequentemente desarmadas e em número da Ucrânia.

Kiev reduziu a idade em que os homens podem ser convocados e endureceu as punições para aqueles que evitam a convocação.

“Precisamos de pessoal nas reservas… Um grande número de [brigades] estão vazios”, disse Zelensky à AFP em maio.

Zelensky disse em fevereiro que cerca de 31 mil soldados ucranianos foram mortos nos primeiros dois anos da guerra.

Patrocinado por Google
Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading