HomeRússiaPutin nega planos do Kremlin para um primeiro ataque nuclear na Ucrânia!

Putin nega planos do Kremlin para um primeiro ataque nuclear na Ucrânia!

Putin admite que o emprego de armas nucleares está distante de acontecer, mas não falou sobre o recente ataque ucraniano a Engels-2.

Siga

O presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta quarta-feira, 7 de dezembro, que a ameaça de conflito nuclear na Ucrânia ainda está aumentando, mas enfatizou que Moscou não tem intenção de lançar um ataque preventivo em meio a preocupações de que armas nucleares possam ser usadas na Ucrânia.

“Tal ameaça está crescendo, desnecessário dizer”, disse o líder russo durante uma reunião televisionada do Conselho de Direitos Humanos do Kremlin, acrescentando que Moscou não seria a primeira a usar armas nucleares “sob nenhuma circunstância”.

“Não somos loucos, sabemos o que são as armas nucleares… Não vamos brandi-las como uma navalha, correndo mundo afora, mas, claro, estamos cientes de que as temos”, afirmou.

A Rússia via as armas nucleares como um “meio de proteção”, acrescentou Putin.

Admitindo que a invasão russa da Ucrânia pode ter se tornado um “processo demorado”, Putin elogiou os ganhos territoriais de Moscou, chamando as regiões que o Kremlin afirma ter anexado da Ucrânia um “resultado significativo” da campanha militar.

Putin também disse que metade dos russos convocados para o serviço militar em setembro já havia sido enviada para a Ucrânia e que “não há razão para falar sobre mais mobilização”.

“Dos 300.000 de nossos combatentes mobilizados, nossos homens, defensores da pátria, 150.000 estão na área de operações”, disse ele, acrescentando que cerca de 77.000 deles estavam em unidades de combate, inclusive estão atuando nas linhas de frente de Luhansk e Donetsk, e outros ao sul de Kherson.

As autoridades russas ordenaram a mobilização de 300.000 reservistas russos em setembro para reforçar o número de tropas na Ucrânia.

Antes da reunião, o Kremlin teria exortado os membros do Conselho de Direitos Humanos a “não perturbar” Putin com perguntas espinhosas sobre a guerra na Ucrânia, disse a agência de notícias independente Verstka.

Siga
Patrocinado por Google

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR:  canalareamilitarof@gmail.com

Deixe uma resposta

Quero receber notícias:

ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR 

CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

AGORA!