HomeEuropaRoyal Navy nomeia ator Daniel Craig "Comandante Honorário"

Royal Navy nomeia ator Daniel Craig “Comandante Honorário”

O ator que representou o icônico agente secreto James Bond, o britânico Daniel Craig, foi nomeado ao posto de “Comandante honorário da Marinha Real”(equivalente a capitão de corveta), igualando-se à categoria que ele interpretou do personagem interpretado por 15 anos. O anuncio foi feito pela Royal Navy na quinta-feira.

A homenagem vem no momento em que Daniel Craig, agora com 53 anos, faz sua última apresentação como Bond em “No Time To Die”, com estreia mundial em Londres na próxima terça-feira, após meses de atrasos que envolveram as problemáticas com a pandemia e com reedições do polêmico roteiro do filme, que colocou uma mulher no posto do agente 007.

O Primeiro Lorde do mar da Royal Navy, Almirante Tony Radakin, disse estar “encantado” em homenagear o ator, que interpreta 007 desde 2006.

“Daniel Craig é conhecido por ser o Comandante Bond nos últimos 15 anos, um oficial da Marinha Real Britânica, que mantém a Grã-Bretanha segura por meio de missões em todo o mundo”, “Isso é o que a verdadeira Marinha Real faz todos os dias, usando tecnologia e habilidade da mesma forma que o próprio James Bond.” acrescentou.

Foto via Royal Navy.

Craig disse que foi “verdadeiramente privilegiado e honrado” por ingressar no serviço militar mais antigo das Forças Armadas britânicas e que usaria esse papel para apoiar o pessoal e suas famílias através de ações sociais. A nomeação de Craig para o posto reflete seu apoio pessoal às forças armadas do Reino Unido.

Antes de receber o prêmio, ele conheceu a Tenente Comandante Frances Bond, que trabalha no quartel-general da Marinha Real em Portsmouth, na costa sul da Inglaterra.

“Já tive minha cota de brincadeiras despreocupadas de colegas sobre ser um Bond da vida real, mas nunca imaginei que um dia iria realmente conhecer o ator que o interpretou”, disse o comandante.

A Marinha Real e o Ministério da Defesa trabalharam com os criadores de “No Time To Die”, e o Destróyer Type 45 HMS Dragon aparece no trailer do filme.

A Royal Air Force também estava envolvida, com RAF Brize Norton em Oxfordshire, sul da Inglaterra, mascarando-se como uma base aérea da OTAN no filme.

Membros do regimento de Cavalaria Doméstica – normalmente visto na Troca da Guarda na residência da Rainha Elizabeth II no Palácio de Buckingham em Londres – forneceram tropas.

O navio de guerra da Marinha HMS Dragon aparece no filme, com o emblema do dragão vermelho do destruidor Type 45 no casco visto cortando as ondas no trailer mais recente.

Ele vem depois que Daniel se despede de seu papel como James Bond e do elenco e da equipe que ele conheceu ao longo do caminho, em um vídeo emocionante compartilhado no Twitter na sexta-feira.

No clipe, que teria sido gravado no set de No Time To Die em 2019, a estrela foi mostrada revelando suas emoções para a equipe do longa enquanto expressava sua gratidão pelo apoio.

Craig está envolvido com a longa série de filmes de espionagem desde 2005, quando fez sua estréia como o personagem principal em Casino Royale.

Durante seu discurso, Craig, que parecia suave em uma camisa social branca, um terno preto sob medida e gravata-borboleta, destacou que muitos dos membros da equipe presentes colaboraram com ele em todos os seus filmes de Bond e compreenderam sua opinião sobre eles. .

A “era Daniel Craig” se tornará um marco nos filmes do agente 007, pois muito consideram que a série perdeu em charme e roteiro depois que trocas de diretores, atores e influências de agendas dos patrocinadores/investidores colocaram os filmes em um nívem considerado próximo da mediocridade quando a série voltou na segunda metade dos anos 90 com excessos de ações fora da realidade para poder competir com outras séries de filmes exagerados como “Missão Impossível” e outros.

Devido a falta de investidores e dificuldades em obter patrocinadores, a série seria interrompida novamente em 2002 e voltaria somente em 2006, agora bem reformulada e dentro de situações mais próximas da realidade humana.

O trabalho de Daniel Craig e do diretor Marc Campbell, Marc Foster, Sam Mendes e sua equipe de roteiristas trouxe seriedade à série, colocou um realismo adequado e limitações humanas ao personagem, o que devolveu credibilidade e respeito ao personagem do Agente 007 no mundo do cinema…

  • Com informações Royal Navy, France Inter e redes sociais via redação Orbis Defense Europe/Londres/Genebra.


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!