HomeRússiaRússia sanciona autoridades europeias em movimento de "olho por olho"

Rússia sanciona autoridades europeias em movimento de “olho por olho”

A Rússia está mobilizando diversas sanções contra altas autoridades diplomáticas da União Europeia neste momento, uma jogada de Talião!

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia disse nesta sexta-feira, 30 de abril, que proibiu a entrada de oito autoridades europeias no país em resposta às sanções da UE contra autoridades russas no mês passado – março.

O ministério disse que estava respondendo a sanções impostas pelo Conselho Europeu no mês passado contra quatro altos funcionários de segurança russos pela prisão do crítico do Kremlin, Alexei Navalny, e pela resposta da polícia aos protestos em seu apoio.

Ετοιμη να διακόψει τις σχέσεις με την ΕΕ η Ρωσία εάν επιβληθούν σκληρές  κυρώσεις | HuffPost Greece
ASSOCIATED PRESS

“A União Europeia continua sua política de medidas restritivas ilegítimas unilaterais dirigidas a cidadãos e organizações russas”, disse o ministério em um comunicado.

“Tais ações da União Europeia não deixam dúvidas de que seu verdadeiro objetivo é frear o desenvolvimento de nosso país a qualquer custo”, acrescentou.

“Para lançar um desafio aberto à independência da política externa e interna russa.”

MFA Russia 🇷🇺 (@mfa_russia) | Twitter
Ministry of Foreign Affairs of Russia, Vladimir Putin

A lista do Ministério das Relações Exteriores da Rússia de funcionários europeus proibidos de entrar na Rússia inclui o presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, e funcionários da França e da Alemanha, bem como dos estados Bálticos Estônia e Letônia.

A política atual do Ministério da Rússia é de Talião, “Olho por Olho, Dente por Dente”. Um dos oficiais da Letônia, Ivars Abolins, apoiou em fevereiro a decisão de seu país de suspender vários canais de televisão russos.

Outro funcionário da lista, Asa Scott, da Agência de Pesquisa de Defesa Sueca, ajudou a confirmar no ano passado que Navalny foi envenenado pela toxina nervosa Novichok da era soviética em agosto.

A figura da oposição disse que o envenenamento foi orquestrado pelo presidente russo, Vladimir Putin, uma afirmação que o Kremlin nega.

Após greve de fome, Navalny é visto pela primeira vez em audiência por vídeo
BABUSHKINSKY DISTRICT COURT/REUTERS

A prisão de Navalny ao retornar da Alemanha à Rússia em janeiro, onde passou meses se recuperando do envenenamento, ajudou a mergulhar as relações de Moscou com o Ocidente a níveis próximos aos da Guerra Fria.

A União Europeia e os Estados Unidos impuseram uma série de sanções à Rússia pelo envenenamento e prisão do crítico.

Navalny, 44, está cumprindo pena de dois anos e meio em uma colônia penal fora de Moscou por violar os termos da liberdade condicional em antigas acusações de fraude que, segundo ele, têm motivação política.

Ministry of Foreign Affairs of Russia


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!