Rússia vai transferindo mais e mais blindados T-62 para a linha de frente na Ucrânia

Recentemente foi flagrado um novo comboio ferroviário de blindados de combate russos T-62 na região sudoeste da Rússia em direção à guerra na Ucrânia.

Os modelos em discussão são variados, mas fazem parte da estratégia de guerra russa em colocar seus veículos menos modernos e robustos na linha de frente como bucha de canhão, em troca da preservação de sua indústria de blindados interna e da grande confiança com a artilharia e o ataque aéreo.

Tratam-se de blindados de batalha da Era Soviética que foram introduzidos pela primeira vez em 1961. Como um desenvolvimento adicional da série T-55, o T-62 manteve muitos elementos de design semelhantes ao seu antecessor, incluindo perfil baixo e blindagem de torre espessa.

Nas falas de Vladimir Putin na última sexta-feira (14), o mantarário mostrou o real quantitativo militar atualmente em curso na Guerra, disse que quase 700 mil soldados russos estão lutando na Ucrânia, um aumento em relação aos 617 mil que ele relatou durante uma conferência de imprensa de final de ano em 2023.

Pela grande transferência do comboio ferroviário estamos presenciando a injeção de mais recursos na guerra, e não há outra alternativa a não ser empregar mais recursos humanos ou preencher àqueles já disponíveis na guerra com tanques de batalha.

A critério de atualização, a Ucrânia emprega tanques soviéticos e ocidentais, incluindo o T-72, Leopardo 2A4, Abrams M1A1 e Leopardo 2A5.

Patrocinado por Google
Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading