HomeOriente-médioTalebã afirma que entrará em Kabul para prevenir o caos e pilhagens;...

Talebã afirma que entrará em Kabul para prevenir o caos e pilhagens; EUA afirmam que “intervenção” foi um sucesso

Na tarde de 15 de agosto, o Taleban anunciou que ordenou que seus “mujahedeens” entrassem na capital afegã Kabul, ropendo o acordo de não invasão antes da evacuação de estrangeiros, a fim de “prevenir o caos e o roubo”.

Os combatentes do Taleban chegaram ao maior centro urbano do Afeganistão nas primeiras horas da manhã. Na época, o Taleban disse que não planeja tomar Kabul à “força”. Os planos do grupo aparentemente mudaram.

Zabiullah Mujahid, porta-voz do Taleban, disse que os combatentes do grupo entrarão em certas partes de Kabul e tomarão o controle de vários postos avançados que foram abandonados pelas forças governamentais.

O porta-voz pediu aos residentes de Cabul que “não entrem em pânico” durante a implantação de combatentes do Taleban na cidade.

O Taleban provavelmente não enfrentará qualquer resistência das forças governamentais. No entanto, integrantes do grupo pode entrar em contato com mais de 5.000 militares americanos que atualmente evacuam diplomatas e cidadãos americanos de Cabul.

A decisão do grupo de entrar na capital veio poucas horas depois da renúncia do presidente Ashraf Ghani. Um alto funcionário do Ministério do Interior afegão confirmou à Reuters que Ghani havia partido para o Tajiquistão ou Uzbekistão.

Enquanto o Taleban assume o controle do que restou do Afeganistão, alguns nos Estados Unidos ainda estão tentando desesperadamente considerar a malfadada intervenção no país uma vitória.

O secretário de Estado, Antony Blinken, disse em um comunicado à ABC que os EUA concluíram com sucesso sua missão no Afeganistão.

“Isto não é Saigon”, disse Blinken referindo-se à famosa retirada das tropas americanas da capital vietnamita em 1975. “O fato é o seguinte: fomos ao Afeganistão há 20 anos com uma missão em mente. Era para lidar com as pessoas que nos atacaram no 11 de setembro. Essa missão foi bem-sucedida.

A queda do governo apoiado pelos EUA no Afeganistão foi na verdade pior do que o esperado, até mesmo pela inteligência dos EUA. Em poucos dias, o Taleban invadiu a maior parte do país, apreendendo ao longo do caminho milhões de equipamentos militares fornecidos pelos EUA e sem enfrentar resitência significativa.

  • Com informações STFH Analysis & Intelligence, Euronews France, France Inter, @SaadiaTajali, @Natsecjeff, @Indsachamamarnews, @Francenews24, @Theragex, via redação Orbis Defense Europe.


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!