HomeConflitosTalebã continua avanço e conquistas territoriais e morais no Afeganistão

Talebã continua avanço e conquistas territoriais e morais no Afeganistão

Os ganhos do Taleban parecem estar se aproximando do ápice em suas operações bem-sucedidas contra as forças de segurança e militares afegãs, apesar do governo negar os fatos.

Atualmente, a maioria das áreas das províncias de Kunduz, Sar-e Pul, Takhar, Ghazni, Kandahar e Helmand foram capturadas pelo Talibã e as bases do Exército afegão foram capturadas ou estão sitiadas. Imagens que continuam a ser divulgadas nas redes sociais exibem os terroristas islâmicos do Talebã capturando e até executando os militares afegãos feitos prisioneiros às centenas.

O porta-voz do Taleban, Zabihullah Mujahid, disse que os militantes do grupo não atacariam as capitais provinciais até 11 de setembro, por causa de sua adesão ao Acordo de Doha. Tudo seria um jogo justo depois disso.

Muitas imagens estão disponíveis online, mostrando o ataque do Taleban à cidade de Kandahar, bem como vários outros locais. A maioria das principais passagens de fronteira e distritos estão quase inteiramente sob o controle do grupo.

Isso é significativo devido ao fato de que muitos soldados afegãos estão desertando e tentando fugir para cruzar a fronteira. Vídeos do início de julho da província de Faryab mostraram as execuções de soldados afegãos rendidos.

Mais recentemente, em 12 de julho, o Talibã apreendeu o distrito de Saigan, na província afegã de Bamiyan. Um posto de controle com armas caiu nas mãos do grupo. Soldados afegãos teriam se rendido sem dar o mínimo combate, evidenciando desorganzação e/ou conivência.

Um dia antes, o Taleban teria destruído dois helicópteros no aeroporto de Kunduz como resultado de uma operação de infiltração ao estilo ações de commandos.

O Ministério da Defesa afegão continua divulgando o número de vítimas do Taleban, tentando fazer com que pareçam que as forças do governo estão em vantagem. 271 militantes do Taleban foram mortos e 162 feridos como resultado das operações do Exército afegão em uma dúzia de distritos nas 24 horas entre 11 e 12 de julho.

Mesmo assim, as forças de segurança afegãs estão fortemente recuando e lutando para apresentar qualquer forma de oposição. Enquanto isso, o Taleban garante que sua vitória não será prejudicada.

Em 8 de julho, a delegação do Taleban visitou Moscou. Como resultado, o grupo alegou que o território sob seu controle não seria usado no interesse de terceiros. Eles também lutariam contra o ISIS, não atacariam os países vizinhos e, alegadamente, compartilhariam o poder com outros membros da sociedade afegã.

Não é uma previsão rebuscada que as forças armadas afegãs tenham atualmente entre um e três meses restantes antes que o Talibã consolide seu controle sobre a maior parte, senão todo o país. Nenhum quarto está sendo dado, e a maioria dos distritos importantes também sendo capturado ou sitiado.

Os Estados Unidos, com sua retirada, provavelmente abriram uma caixa de Pandora no “Cemitério dos Impérios” e os cidadãos do Afeganistão viverão uma enorme crise humanitária.

Abaixo, video de reportagem da Deutstche Welle mostrando militares das forças especiais do Afeganistão combatendo enquanto outros estão desertando ante o avanço do Talebã:

  • Com informações AFP, France Inter, France 24,  Al Jazeera, Global Observer UK, Reuters e STF Analysis & Intelligence via redação Orbis Defense Europe.


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!