HomeÚLTIMASTraços de explosivos encontrados nos oleodutos Nord Stream, dizem promotores suecos

Traços de explosivos encontrados nos oleodutos Nord Stream, dizem promotores suecos

Novas evidências de explosivos estão ligadas às explosões do Nord Stream 1 e 2 no final de setembro deste ano.

Em 26 de setembro, um vazamento de gás foi descoberto em dois gasodutos de exportação russos, o Nord Stream 1 e Nord Stream 2, na área da ilha dinamarquesa de Bornholm, no Mar Báltico, após duas explosões serem captadas pelos centros sísmicos da Suécia e Dinamarca naquele mesmo dia e na área de vazamentos do gasoduto.

Após uma queda de pressão de 105 para 7 bar, os caças F-16 da Força Aérea Dinamarquesa detectaram bolhas subindo do mar na ilha de Bornholm. Esta observação foi confirmada pelos militares dinamarqueses a vários meios de comunicação dinamarqueses.

A Suécia iniciou uma investigação sobre as circunstâncias do vazamento de gás do gasoduto, relatado em 27 de setembro pelo jornal sueco Aftonbladet.

Sabotagem

A Alemanha suspeita de sabotagem, o que equivaleria a uma grande escalada no impasse energético entre a Rússia e a Europa.

O Säpo (departamento da Sede da Polícia Sueca para a detecção e prevenção de crimes contra a segurança do Estado) está monitorando de perto os desenvolvimentos, mas não há informações mais relevantes até o momento para serem divulgados à imprensa.

O Centro Nacional de Sismologia da Suécia e uma Estação na Dinamarca detectaram duas explosões poderosas no dia anterior na área dos vazamentos de gás. “Não há dúvida de que foram explosões”, disse Björn Lund, membro da rede sísmica sueca, à emissora estatal SVT.

Autoridades dinamarquesas, alemãs e polonesas sinalizaram que vazamentos suspeitos em dois gasodutos russos no Mar Báltico provavelmente são resultado de sabotagem, aumentando as preocupações com a vulnerabilidade da infraestrutura energética da Europa.

“Evidência explosiva”

Uma investigação sobre a causa de um vazamento dos oleodutos Nord Stream no Mar Báltico revelou “danos extensos” e vários “itens estranhos”, alguns com “resíduos explosivos” detectáveis, disseram o Serviço de Segurança Sueco e um promotor na sexta-feira.

“O trabalho de análise avançada ainda está em andamento – o objetivo é tirar conclusões mais definitivas sobre os incidentes do Nord Stream. A investigação é extensa e complexa e acabará por mostrar se alguém pode ser suspeito e posteriormente processado por isso”, promotor Mats Ljungqvist e o Serviço de Segurança Sueco disseram em um comunicado.

Várias explosões perto dos gasodutos Nord Stream 1 e Nord Stream 2 em 26 de setembro causaram vazamentos. As autoridades ainda estão investigando a causa das explosões. Os principais gasodutos que fornecem gás natural da Rússia para a Europa foram fechados em setembro. Embora não estivessem em uso no momento da explosão, os dutos estavam cheios de gás natural.

Fontes de inteligência citadas na revista Spiegel acreditam que os gasodutos foram atingidos em quatro lugares por explosões usando 500 kg de TNT, o equivalente ao poder explosivo de uma bomba de aeronave pesada, com capacidade de destruir cerca de 122 metros em ambiente seco, segundo o US Director of National Intelligence.

Investigadores alemães realizaram leituras sísmicas para calcular o poder das explosões. Os primeiros sinais de explosões foram registrados na manhã da segunda-feira, 26 de setembro, por uma estação sísmica dinamarquesa após atividade suspeita nas águas do Mar Báltico.

Rússia acusou o ocidente e a criação de um novo Gasoduto

Sobre o fato do estado de emergência nos gasodutos, a Procuradoria-Geral da Federação Russa iniciou a investigação sobre um possível ato de terrorismo internacional, e as nações da Europa, diretamente ligadas ao Nord Stream, cogitaram sabotagem de alta complexidade.

Por conta dessas avarias, as tubulações ficaram inoperantes, o gás russo circulante foi paralisado, e o serviço de inteligência da Alemanha confirmou que o caso era irreparável.

Entretanto, a Rússia refutou a Alemanha, dizendo que o gasoduto poderia ser consertado e também haveria a possibilidade de se construir um novo gasoduto russo no Mar Negro.

Patrocinado por Google

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR CONTRA A CENSURA DO YT

OU USE A CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

Deixe uma resposta


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

FAÇA UM PIX E AJUDE O ÁREA MILITAR 

CHAVE-PIX:  canalareamilitarof@gmail.com

AGORA!