HomeÁsiaTrês coisas que o Partido Comunista Chinês (PCC) buscará da empresa Tesla

Três coisas que o Partido Comunista Chinês (PCC) buscará da empresa Tesla

Jennifer Zeng mostra mais uma vez o fundo sombrio do comando e controle do Partido Comunista Chinês que tem a Tesla um dos principais alvos

Em um artigo especial da escritora Jennifer Zeng ao Jennifer’s World, ficou mais evidente as entranhas perigosas do interesse do Partido Comunista Chinês (PCC) pela empresa americana de energia tecnológica Tesla Inc.

Xi Jinping has been good for China's Communist Party; less so for China |  The Economist
Xi Jinping. EPA

Recentemente, a Tesla se tornou um assunto muito, muito quente na China, especialmente em plataformas de mídia social. O que aconteceu, por que essas coisas aconteceram e qual é o seu significado?

Um drama no Salão Internacional do Automóvel de Xangai

Este vídeo acima, recuperado pelo Área Militar, foi filmado em 19 de abril, na prévia de imprensa do Salão Internacional do Automóvel em Xangai. Você pode ver essa mulher pulando em cima de um Tesla Modelo 3. Ela grita alto: “Tesla freios falhou!” A camiseta que ela usa também tem as palavras chinesas que dizem “Falha no freio”.

Outra mulher vestida com a mesma camiseta também grita “Tesla Brakes Failed!” Isso mostra que este foi um “protesto” organizado e pré-arranjado.

No final do vídeo, e já fora do salão de exposições, a mulher foi levada pelos seguranças locais.

Images From China: Are Tesla Model 3 Fit-And-Finish Issues Behind Us?

Foi então relatado que esta mulher alegou que por causa de uma falha no freio de um carro Tesla, 4 membros de sua família quase morreram quando seu carro bateu no carro na frente deles na província de Henan, em fevereiro deste ano, posteriormente a Tesla se recusou a assumir a responsabilidade. Por conta disso, a mulher foi ao Salão do Automóvel de Xangai para “defender seus direitos”.

Logo após o episódio no salão do automóvel, no dia seguinte, o maior porta-voz do PCC, Xinhua, publicou um artigo intitulado “Quem dá a Tesla a confiança para manter sua postura sem compromissos?”, o artigo criticou Tesla por ser “arrogante”.

O outro porta-voz mais importante do PCC, o Diário do Povo, também publicou um artigo em 22 de abril, dizendo que “Não há produtos que não possam ser substituídos”.

O artigo também diz que “as pessoas só podem ver a arrogância da Tesla, mas não sua sinceridade para resolver o problema ou respeito por seus consumidores”.

O que é mais ridículo é que mesmo o Comitê Central de Assuntos Políticos e Legais do PCC também se envolveu nesta guerra de opinião pública contra Tesla, e também publicou um artigo em 20 de abril, dizendo que a Tesla deve cumprir as leis e regulamentos da China se quiser fazer negócios no país, e que a confiança dos consumidores chineses não pode ser trocada por arrogância, e a Tesla não deve ignorar conscientemente os problemas de segurança ocultos, etc.

Tesla exportará Model 3 fabricado na China para a Europa

As pessoas ficaram muito surpresas com este artigo, porque o Comitê de Assuntos Políticos e Jurídicos geralmente lida apenas com assuntos políticos e jurídicos, e é mais conhecido por sua perseguição ao Falun Gong e outras pessoas inocentes.

Por que de repente se envolveu em um caso entre um fabricante e seu cliente?

Mais boicote

O caso da mulher e o suposto acidente não parou apenas no nível verbal. Em vez disso, ele logo se expandiu para o mundo real.

Vamos assistir a mais dois clipes curtos.

Este clipe mostra que os carros da Tesla foram parados e não tiveram permissão para entrar na rodovia em algum lugar da cidade de Guangzhou. O homem diz: “Infelizmente, outro carro Tesla foi pego. ”

Agora vamos reproduzir outro vídeo.

A julgar pelo sotaque do vídeo, deveria ser na província de Henan. Portanto, os carros da Tesla não podem estacionar lá. Veja o minuto selecionado do vídeo abaixo:

A placa neste vídeo que acabamos de ver diz: “Área Militar. Os carros da Tesla são proibidos”.

Decisão do Tribunal: “Reembolsando um, Compensando três”

Além desses, Tesla pode em breve enfrentar novos problemas, que é uma decisão do tribunal de compensação.

Em 4 de dezembro de 2020, na cidade de Tianjin, um proprietário da Tesla chamado Han Chao recebeu um veredicto do tribunal por seu pedido de indenização contra Tesla.

O veredicto afirmava que a Tesla havia cometido fraude e deveria devolver 379.700 yuans (cerca de US$ 59.000) a Han pelo preço de compra e pagar a ele 1.139.100 yuans (cerca de US$ 176.000) em danos.

O valor da indenização por danos é três vezes o preço de compra – na China, esse veredito é, portanto, chamado de “reembolso de um, compensação de três”.

Tesla apelou da decisão e um veredito será anunciado até 3 de maio deste ano.

Mas a Tesla contou uma história diferente em um comunicado publicado em sua conta oficial do Weibo em 28 de abril.

O comunicado diz que o proprietário original do carro se envolveu em um pequeno acidente no início de 2019 e encomendou reparos de terceiros.

Vários documentos da reclamação de sinistro podem confirmar que o acidente feriu apenas o para-lama traseiro esquerdo, a borda do pára-choque traseiro e a superfície das rodas, mas não envolveu a estrutura de segurança do veículo. O reparo do para-lama não causaria risco à segurança do veículo.

Tesla diz no comunicado: “Agradecemos o arrependimento causado pela insatisfação do Sr. Han após a compra do carro, mas acreditamos que isso não constitui fraude”.

A declaração também diz que durante o serviço de conserto do veículo de Han, Tesla forneceu outro carro para Han, mas ele se recusou a devolvê-lo depois que seu veículo foi consertado e se recusou a pegá-lo.

O carro alternativo só foi devolvido depois de se envolver em um acidente. Depois disso, Han pediu um terceiro carro, que foi fornecido a ele enquanto continuava a negociação entre ele e Tesla, sob a condição de que ele o devolvesse em um mês. No entanto, ele se recusou a devolver o carro após a data de validade e ainda o usa até hoje.

Três coisas que o PCC deseja

Communist Party will regulate China's media, film industry
Photo/Andy Wong

Agora, vamos falar sobre o que está por trás de todo o drama na superfície.

Em primeiro lugar, precisamos entender que na China do PCC, tudo está sob controle rígido, especialmente o que pode ser um tema quente na mídia e plataformas de mídia social. É difícil imaginar que algumas disputas simples entre um fabricante de automóveis e seus clientes possam se tornar tão populares na mídia.

O fato de que os porta-vozes mais importantes do PCC, Xinhua e o Diário do Povo, bem como seu Comitê Central de Assuntos Políticos e Jurídicos, todos se envolveram e criticaram Tesla diretamente, isso indica que o PCC está por trás de todo esse drama.

Então, o que o PCC deseja de Tesla?

1º- sentimento antiamericano

Why China Hates U.S. Presidential Elections
Feng Li / AFP / Getty Images

Vamos ver uma tabela antes de continuar. O que você está vendo são os números divulgados pela Associação de Carros de Passageiros da China em outubro do ano passado, sobre a relação reclamação e vendas de todos os carros de passageiros mais vendidos na China no terceiro trimestre do ano passado.

Você pode ver que o Modelo 3 da Tesla está no topo, ele recebeu apenas 0,3 reclamações em cada 10 mil vendas.

The complaint to sales ratio of all the best selling passenger cars in China in the third quarter of 2020. Source: China’s Passenger Car Association.
China’s Passenger Car Association

Na parte inferior da tabela está a taxa média das reclamações de todos os carros de passeio mais vendidos. É 33,5 por 10 mil vendas.

Ou seja, as reclamações médias são mais de 100 vezes maiores do que as da Tesla. Ou talvez também possamos dizer que os clientes estão mais de 100 vezes mais felizes com um carro Tesla.

2º- O mercado

Opinion: China, not Tesla, is driving the electric-car revolution -  MarketWatch
AFP/Getty Images

Xi Jinping anunciou já em 2014 que o desenvolvimento de novos veículos de energia era “o único caminho a percorrer” para que a China se tornasse um país forte na fabricação de automóveis.

Com muitos países tendo a agenda de mudança climática como uma prioridade, os novos veículos de energia são definitivamente um enorme mercado global.

A China já se colocou em uma posição muito boa com painéis solares, geração de energia eólica, etc., ela definitivamente gostaria de dominar o mercado de veículos de energia nova e “limpa” também.

E sabe de uma coisa? Depois que a Huawei, apoiada pelo PCC, foi sancionada pelos EUA por questões de segurança, ela saiu da lista dos principais fabricantes de telefones celulares do mundo.

A receita do primeiro trimestre caiu 16,9% neste ano. Há algum tempo, também anunciou que se envolveria no negócio de suinocultura inteligente.

3º- Os dados

Китай осъди канадец на смърт като отмъщение за задържането на финансовия  директор на Huawei | ТерминалНО
The Economist

Todos nós sabemos a importância dos dados em um mundo digital e em uma era digital em que vivemos, especialmente para regimes totalitários que desejam controlar seu povo.

Até agora, a Tesla não montou um data center na China, nem armazena os dados de seus clientes chineses na China.

Todos nós sabemos que a Apple montou um centro iCloud em Guizhou, China, e todos os dados de usuários chineses do iPhone, e talvez usuários de outros países, mas que optam por usar seu sistema operacional simplificado em chinês, são armazenados no iCloud na China.

E o serviço iCloud da Apple é administrado por uma empresa pertencente ao governo da província de Guizhou. Isso significa que o PCC pode ter acesso a todos os dados sempre que quiser.

Algumas pessoas também dizem que o PCC também quer a tecnologia central da Tesla e pode não ficar feliz com a empresa americana por causa de seu projeto StarLink, já que o projeto oferece acesso à Internet via satélite em todo o mundo e tem o potencial de reduzir a Grande Parede de Fogo do PCC a nada. Não estou muito certo sobre este, mas acho que vale a pena mencioná-lo aqui.

Isso é tudo pelas verdades inconvenientes de hoje.

A Tesla correu contra a maré ao entrar na China em 2018, quando a guerra comercial entre a China e os EUA havia acabado de começar, e quando muitas outras empresas estavam mudando suas fábricas para fora da China.

A decisão de Tesla de entrar na China foi sábia ou errada? Um questionamento ser feito!

Jennifer Zeng, Jennifer’s World, via Redação Área Militar


RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS



ENTRE EM NOSSO CANAL NO TELEGRAM



Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas da área militar destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade. Siga nosso Twitter https://twitter.com/areamilitarof
ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

AGORA!