Ucrânia – Eleição de Putin: Rússia intimida ucranianos em territórios ocupados

Os russos começaram a ameaçar os ucranianos nos territórios temporariamente ocupados por se recusarem a votar nas chamadas “eleições presidenciais”, informa o Centro de Resistência Nacional (NRC).

“A partir de 17 de Fevereiro, os membros das ‘secções de voto’ começarão a visitar os residentes dos territórios temporariamente ocupados e avisá-los das sanções por se recusarem a votar nas ‘eleições presidenciais’”, escreve o CNS.

Actualmente, os russos estão a instruir os membros das “comissões eleitorais distritais” sobre como conduzir as eleições. As rodadas estão programadas de 17 de fevereiro a 7 de março e acontecerão em todos os assentamentos dos territórios ucranianos temporariamente ocupados.

“Durante as operações, os trabalhadores serão acompanhados por soldados da “Rosgvardia”, alegadamente por razões de segurança”, acrescenta o centro. Ao mesmo tempo, os russos classificaram os endereços das assembleias de voto para esconder a falta de participação e o número dessas assembleias de voto, afirma o CNS.

“O Centro de Resistência Nacional observa que todos os envolvidos na organização das “eleições” serão responsabilizados como os seus “colegas” da margem direita das regiões de Kherson e Kharkiv”, resumiu o centro.

Anteriormente, surgiu informação de que a Rússia enviou unidades adicionais da “Rosgvardia” para os seus territórios ocupados como parte dos preparativos para as chamadas “eleições presidenciais” marcadas para 15 e 17 de Março. Esta medida visa coagir os ucranianos a votarem no ditador russo Putin e salvaguardar aqueles que traíram a Ucrânia.

Capa: AFP via Getty Images

Patrocinado por Google

Deixe uma resposta

Área Militar
Área Militarhttp://areamilitarof.com
Análises, documentários e geopolíticas destinados à educação e proliferação de informações de alta qualidade.
ARTIGOS RELACIONADOS

Descubra mais sobre Área Militar

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading